Go­ver­no e Farc as­si­nam a paz na Colôm­bia

Acor­do pre­ci­sa pas­sar por re­fe­ren­do no domingo; con­fli­to du­rou 52 anos e dei­xou 250 mil mor­tos

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

O pre­si­den­te da Colôm­bia, Ju­an Ma­nu­el San­tos, e o lí­der das Farc (For­ças Ar­ma­das Re­vo­lu­ci­o­ná­ri­as da Colôm­bia), Ro­dri­go Lon­doño (“Ti­mot­chen­ko”), as­si­na­ram às 17h de on­tem (19h em Bra­sí­lia) o acor­do que pôs fim a 52 anos de con­fli­to ar­ma­do no país e que dei­xou mais de 250 mil mor­tos.

Cer­ca de 2,5 mil con­vi­da­dos ocu­pa­ram as ca­dei­ras no Pá­tio de Ban­de­ras do Cen­tro de Con­ven­ções de Car­ta­ge­na das Ín­di­as. A cor bran­ca foi pre­do­mi­nan­te no pú­bli­co, a quem foi pe­di­do pa­ra usar rou­pas nes­se tom co­mo sím­bo­lo da paz. De­ze­nas de au­to­ri­da­des in­ter­na­ci­o­nais par­ti­ci­pa­ram. O Bra­sil foi

“É uma no­va era de re­con­ci­li­a­ção e paz. To­dos os ci­da­dãos se­rão ar­tí­fi­ces des­se pro­ces­so que es­tá só co­me­çan­do” TI­MO­CHEN­KO, LÍ­DER MÁ­XI­MO DAS FARC

re­pre­sen­ta­do pe­lo mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res, Jo­sé Ser­ra.

O acor­do foi as­si­na­do com um “ba­lí­gra­fo” (tro­ca­di­lho com a pa­la­vra “ca­ne­ta”, em es­pa­nhol, que é “bo­lí­gra­fo”). É que a ca­ne­ta do acor­do foi fa­bri­ca­da com ba­las de fu­zil, uma es­pé­cie de sím­bo­lo das ne­go­ci­a­ções en­tre as du­as par­tes.

Fal­ta um úl­ti­mo pas­so. No pró­xi­mo domingo, os co­lom­bi­a­nos irão às ur­nas pa­ra re­fe­ren­dar o acor­do. Se 13% de­les (cer­ca de 4,5 mi­lhões) vo­ta­rem pe­lo “Sim”, o acor­do es­ta­rá con­so­li­da­do. Nem tu­do foi fes­ta Na ca­pi­tal, Bo­go­tá, hou­ve fes­ta, mas tam­bém um pro­tes­to, co­man­da­do pe­lo ex-pre­si­den­te Ál­va­ro Uri­be, que sem­pre de­fen­deu o uso da for­ça con­tra a guer­ri­lha e pa­ra quem o go­ver­no deu “im­pu­ni­da­de to­tal aos mai­o­res de­lin­quen­tes de to­dos os de­li­tos atro­zes, do nar­co­trá­fi­co, do re­cru­ta­men­to de cri­an­ças e da vi­o­la­ção de mu­lhe­res”. ME­TRO

| J.V. / REU­TERS

San­tos (esq) e Ti­mot­chen­ko aper­tam-se as mãos em Car­ta­ge­na

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.