Ju­ros do car­tão de cré­di­to che­gam a 475% ao ano

Ta­xa de cré­di­to ro­ta­ti­vo é a mai­or registrada pe­lo Ban­co Cen­tral. Che­que es­pe­ci­al tam­bém bate re­cor­de

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

O ju­ro médio do ro­ta­ti­vo do car­tão de cré­di­to su­biu em agos­to pa­ra 475,2% ao ano, o mai­or pa­ta­mar des­de o iní­cio da sé­rie his­tó­ri­ca do Ban­co Cen­tral, em 2011. A ta­xa é 71,7 pontos per­cen­tu­ais mai­or do que a registrada no mes­mo mês de 2015. Na com­pa­ra­ção com ju­lho, a al­ta é de 3,5 pontos per­cen­tu­ais.

O es­to­que de cré­di­to desse ti­po de ope­ra­ção so­mou R$ 38,1 bi­lhões no mês pas­sa­do, cres­ci­men­to de 0,3% so­bre ju­lho e de 18,2% na com­pa­ra­ção com o mes­mo mês de 2015.

Ou­tra mo­da­li­da­de ca­ra de cré­di­to que apre­sen­tou al­ta de ju­ros foi o che­que es­pe­ci­al. A ta­xa mé­dia su­biu 2,7 pontos per­cen­tu­ais so­bre ju­lho e 67,9 pontos per­cen­tu­ais em re­la­ção ao mes­mo mês do ano pas­sa­do, atin­gin­do 321,1% em agos­to. É o mai­or ní­vel des­de 1994, iní­cio da sé­rie his­tó­ri­ca.

O sal­do na mo­da­li­da­de foi de R$ 25,5 bi­lhões, 1,2% a mais que em ju­lho e uma que­da de 7,3% na com­pa­ra­ção com o mes­mo mês de 2015.

“Tan­to o car­tão quan­to o limite são fer­ra­men­tas que po­dem tra­zer van­ta­gens, se bem uti­li­za­das, ou ma­le­fí­ci­os, tor­nan­do-se num cír­cu­lo vi­ci­o­so”, afir­ma o edu­ca­dor fi­nan­cei­ro Rei­nal­do Do­min­gos.

O es­pe­ci­a­lis­ta re­co­men­da que o limite do car­tão de cré­di­to e do che­que es­pe­ci­al não ul­tra­pas­sem 50% do sa­lá­rio ou ga­nho men­sal, o que evi­ta­rá gas­tar mais do que se re­ce­be.

Do­min­gos ale­ta ain­da que o prin­ci­pal erro em re­la­ção ao car­tão é pa­gar a par­ce­la mí­ni­ma. Com as al­tas ta­xas de ju­ros, a pes­soa aca­ba fi­can­do ina­dim­plen­te. “Ca­so não con­si­ga pa­gar a par­ce­la to­tal, pro­cu­re ou­tra li­nha de cré­di­to que não pos­sua ju­ros que ul­tra­pas­sem 2,5% ao mês”, afir­ma.

Di­an­te da que­da da ati­vi­da­de econô­mi­ca e al­ta das ta­xas de ju­ros, os ban­cos vão re­gis­trar, es­te ano, a pri­mei­ra que­da no sal­do to­tal das ope­ra­ções de cré­di­to na sé­rie ini­ci­a­da em mar­ço de 2007. O BC pre­vê que o cré­di­to en­co­lhe­rá 2% es­te ano. Em ju­nho, a ex­pec­ta­ti­va ain­da era de cres­ci­men­to de 1%.

Em agos­to des­te ano, o sal­do do cré­di­to fi­cou em R$ 3,115 tri­lhões, re­cuo de 3,2% na com­pa­ra­ção com de­zem­bro de 2015. METRO

FON­TE: BAN­CO CEN­TRAL * RE­CUR­SOS LI­VRES

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.