LIM­PE­ZA & MA­NU­TEN­ÇÃO PRE­DI­AL: DE­MAN­DA TEM!

Metro Brazil (ABC) - - Publimetro - MAR­COS SIL­VES­TRE MAR­COS.SIL­VES­TRE@ME­TRO­JOR­NAL.COM.BR

So­mos po­bres... mas lim­pi­nhos! Mais da me­ta­de das em­pre­sas bra­si­lei­ras ter­cei­ri­zam seus ser­vi­ços de lim­pe­za e ma­nu­ten­ção pre­di­al. Em um fu­tu­ro bas­tan­te pró­xi­mo, so­men­te uma a ca­da qua­tro em­pre­sas ain­da abor­da­rá es­ta área de su­as ati­vi­da­des de for­ma ver­ti­cal. O uni­ver­so de opor­tu­ni­da­des pa­ra em­pre­en­de­do­res que con­se­gui­rem atu­ar com com­pe­tên­cia nes­te ra­mo é am­plo e cres­cen­te, e não só no seg­men­to cor­po­ra­ti­vo, mas tam­bém no re­si­den­ci­al, on­de im­por­tan­tes mu­dan­ças es­tão em cur­so na di­nâ­mi­ca de fun­ci­o­na­men­to e ma­nu­ten­ção dos la­res bra­si­lei­ros.

Prin­ci­pais for­ma­tos. Pensando no mer­ca­do cor­po­ra­ti­vo, há boa de­man­da pa­ra os ne­gó­ci­os de lim­pe­za co­mer­ci­al, bem co­mo hi­gi­e­ni­za­ção (e até res­tau­ra­ção) de fa­cha­das de edi­fí­ci­os e fá­bri­cas. Pa­ra o pú­bli­co par­ti­cu­lar, te­mos as tra­di­ci­o­nais la­van­de­ri­as e la­va-rá­pi­dos, in­clu­si­ve com a la­va­gem eco­ló­gi­ca de rou­pas e veí­cu­los. Te­mos as tra­di­ci­o­nais em­pre­sas de jar­di­na­gem e ma­nu­ten­ção de pis­ci­nas, co­mo tam­bém os ser­vi­ços de re­pa­ros e re­for­mas, in­clu­si­ve com pro­pos­tas “mo­der­ni­nhas”, co­mo a re­a­li­za­ção de pe­que­nos con­ser­tos de to­dos os ti­pos em do­mi­cí­lio, mui­to co­nhe­ci­dos co­mo “ma­ri­do de alu­guel”.

Opor­tu­ni­da­des. A ter­cei­ri­za­ção das cha­ma­das ati­vi­da­des in­ter­me­diá­ri­as das em­pre­sas (em opo­si­ção a su­as ati­vi­da­des fins) é uma ten­dên­cia que veio pa­ra fi­car no mer­ca­do de tra­ba­lho bra­si­lei­ro. E is­so ain­da ha­ve­rá de be­ne­fi­ci­ar mui­to o se­tor de lim­pe­za e ma­nu­ten­ção. Não so­men­te ao ní­vel das em­pre­sas, po­rém tam­bém dos la­res, a ten­dên­cia é de ter­cei­ri­za­ção, já que a PEC dos em­pre­ga­dos do­més­ti­cos en­ca­re­ceu es­te ti­po de mão-de-obra a ní­veis proi­bi­ti­vos pa­ra a clas­se mé­dia bra­si­lei­ra, tra­di­ci­o­nal con­tra­tan­te des­ta fai­xa de pes­so­al, e ho­je po­ten­ci­al cli­en­te das fir­mas es­pe­ci­a­li­za­das nes­tes ser­vi­ços.

Ame­a­ças. As em­pre­sas de con­ser­va­ção e lim­pe­za de­pen­dem, es­sen­ci­al­men­te, de mão-de-obra. Co­mo re­gra, con­si­de­ran­do o bai­xo ní­vel de sa­lá­ri­os pa­gos no se­tor, a qua­li­fi­ca­ção pré­via des­tes pro­fis­si­o­nais cos­tu­ma ser bem bai­xa, o que po­de com­pro­me­ter a qua­li­da­de e a con­fi­a­bi­li­da­de dos ser­vi­ços ofer­ta­dos. O em­pre­en­de­dor te­rá de se es­for­çar bas­tan­te pa­ra fi­de­li­zar sua equi­pe, ofe­re­cen­do bo­as con­di­ções de tra­ba­lho, trei­na­men­to, acom­pa­nha­men­to e ori­en­ta­ção. Até por­que, os tra­ba­lha­do­res des­te seg­men­to es­tão mui­to su­jei­tos a aci­den­tes de tra­ba­lho, que só po­de­rão ser evi­ta­dos com pre­ven­ção con­tí­nua.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.