Nuz­man é re­e­lei­to pa­ra 6º man­da­to à fren­te do COB

Metro Brazil (ABC) - - Esporte -

Can­di­da­to úni­co a pre­si­dên­cia do Co­mi­tê Olím­pi­co Bra­si­lei­ro, Car­los Arthur Nuz­man foi re­e­lei­to on­tem pa­ra mais um man­da­to, seu sex­to, até 2020, ano da Olim­pía­da de Tó­quio.

Nuz­man era can­di­da­to úni­co e dos 30 vo­tos pos­sí­veis, re­ce­beu 24 fa­vo­rá­veis, ape­nas um ne­ga­ti­vo, um nu­lo e três abs­ten­ções.

Pre­si­den­te da Con­fe­de­ra­ção Bra­si­lei­ra de Tê­nis de Me­sa, Ala­or Aze­ve­do ten­tou se can­di­da­tar ao plei­to, mas foi bar­ra­do pe­lo es­ta­tu­to do COB, que de­ter­mi­na a ins­cri­ção oi­to me­ses an­tes da eleição e com o apoio de dez di­ri­gen­tes. Ala­or dis­se que não se can­di­da­tou an­tes por me­do de re­pre­sá­li­as na Olim­pía­da do Rio.

Aos 74 anos, es­te se­rá o úl­ti­mo man­da­to de Nuz­man, que não po­de­rá ten­tar a re­e­lei­ção, por con­ta da Lei Pe­lé, que au­to­ri­za no má­xi­mo dois man­da­tos se­gui­dos em qual­quer en­ti­da­de es­por­ti­va. A me­di­da, apro­va­da em 2013, não con­ta­va com man­da­tos vi­gen­tes, por is­so ele po­de con­cor­rer mais uma vez.

“Nin­guém trans­for­ma uma en­ti­da­de pa­ra ser ven­ce­do­ra em pou­co tem­po. A his­tó­ria não mos­tra is­so, e sim um lon­go tra­ba­lho em con­jun­to e uni­do”, dis­se o man­da­tá­rio. METRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.