Te­mer fa­la em tran­si­ção pa­ra quem for se apo­sen­tar

Ex­clu­si­vo. Em en­tre­vis­ta ao Gru­po Ban­dei­ran­tes, pre­si­den­te diz que re­for­ma da Pre­vi­dên­cia é ne­ces­sá­ria, afir­ma que ela de­ve­rá obe­de­cer cri­té­ri­os de ida­de, mas ga­ran­te que irá le­var em con­ta os ca­sos de quem es­tá pres­tes a co­me­çar a usu­fruir do be­ne­fí­cio

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

Em en­tre­vis­ta ao Gru­po Ban­dei­ran­tes on­tem, o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer (PMDB) dis­se que a re­for­ma da Pre­vi­dên­cia te­rá uma re­gra de tran­si­ção pa­ra quem es­ti­ver pres­tes a se apo­sen­tar.

“Não va­mos al­te­rar di­rei­tos ad­qui­ri­dos”, afir­mou o pre­si­den­te, le­van­do em con­ta quem es­tá pres­tes a se apo­sen­tar. Deu um exem­plo hi­po­té­ti­co: “A pes­soa tem cin­co anos pa­ra se apo­sen­tar, vai tra­ba­lhar mais dois me­ses”. Te­mer des­ta­cou, po­rém, que é im­por­tan­te que pa­ra o fu­tu­ro se­ja fi­xa­da uma ida­de mí­ni­ma pa­ra re­que­rer a apo­sen­ta­do­ria.

Ao de­fen­der a ne­ces­si­da­de da re­for­ma, Te­mer lem­brou que o de­fi­cit es­ti­ma­do pa­ra a Pre­vi­dên­cia de R$ 100 bi­lhões nes­te ano e de cerca de R$ 150 bi­lhões pa­ra o pró­xi­mo. “Ha­ve­rá um mo­men­to em que o apo­sen­ta­do vai ba­ter às por­tas do poder pú­bli­co e [es­te] não te­rá co­mo pa­gar”, dis­se.

O pre­si­den­te dis­se que a pri­o­ri­da­de do go­ver­no nes­te mo­men­to é apro­var a PEC (Pro­pos­ta de Emen­da Cons­ti­tu­ci­o­nal) que li­mi­ta os gas­tos públicos e que seis par­ti­dos já fe­cha­ram ques­tão em vo­tar a fa­vor da me­di­da. “Se es­se te­to ti­ves­se si­do for­mu­la­do cin­co anos atrás, nós não te­ría­mos de­fi­cit.”

Se­gun­do ele, nes­te mo­men­to, es­tá des­car­ta­da qual­quer hi­pó­te­se de cri­a­ção de no­vos im­pos­tos.

So­bre a re­for­ma tra­ba­lhis­ta, Te­mer dis­se que o Ju­di­ciá­rio já vem dan­do de­ci­sões que es­tão se tor­nan­do par­te de uma re­for­ma. Ele lem­brou que, quan­do era pre­si­den­te, Dil­ma Rous­seff (PT) já ha­via edi­ta­do me­di­da pro­vi­só­ria que per­mi­tia, pa­ra man­ter o em­pre­go, que o sa­lá­rio fos­se re­du­zi­do em 30%, o que ele vê co­mo iní­cio de uma re­for­ma.

Por fim, ao fa­lar da opo­si­ção a seu go­ver­no, Te­mer dis­se que no Bra­sil, o con­cei­to de ser opo­si­ção é “des­truir o go­ver­no, im­pe­dir tu­do o que o go­ver­no faz”. “Se es­tá na opo­si­ção, jo­ga con­tra”, de­cla­rou. BAND Ve­ja a ín­te­gra da en­tre­vis­ta no metrojornal.com.br

| REPRODUÇÃO/BAND

Pre­si­den­te fa­lou so­bre me­di­das que o go­ver­no vai to­mar

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.