IN­DI­CI­A­MEN­TO DE LU­LA ACA­BA COM ‘CRI­ME PER­FEI­TO’.

Metro Brazil (ABC) - - Brasil -

A Ope­ra­ção Ja­nus, da Po­lí­cia Fe­de­ral, que ren­deu ao ex-pre­si­den­te Lu­la seu ter­cei­ro in­di­ci­a­men­to por cor­rup­ção, des­man­te­lou o que era con­si­de­ra­do “o cri­me per­fei­to”: o fi­nan­ci­a­men­to bi­li­o­ná­rio de obras no ex­te­ri­or com re­cur­sos que o BNDES sa­ca­va do Te­sou­ro Na­ci­o­nal. O “cri­me per­fei­to” dis­pen­sa­va li­ci­ta­ção e tam­bém au­to­ri­za­ção le­gis­la­ti­va, e blin­da­va o fi­nan­ci­a­men­to da fis­ca­li­za­ção dos ór­gãos de con­tro­le.

A PREDILETA. Des­de 2005, cres­ce­ram cerca de 1.200% os fi­nan­ci­a­men­tos do BNDES pa­ra em­prei­tei­ras bra­si­lei­ras no ex­te­ri­or, prin­ci­pal­men­te a Ode­bre­cht. NA CON­TA DO CON­TRI­BUIN­TE. En­tre 2007 e 2014, go­ver­nos Lu­la e Dil­ma, o BNDES ban­cou US$ 3,3 bi­lhões pa­ra em­pre­sas bra­si­lei­ras (e Ode­bre­cht, cla­ro) em Angola.

SEM­PRE ELA. A em­prei­tei­ra Ode­bre­cht fa­tu­rou 26 dos 48 pro­je­tos de in­fra­es­tru­tu­ra na Amé­ri­ca La­ti­na até 2012. Ape­nas em Angola ti­nha 35 gran­des obras. ES­PE­LHO MEU. Em ja­nei­ro de 2014, es­ta co­lu­na re­ve­lou o es­que­ma de fi­nan­ci­a­men­to sus­pei­to de obras no ex­te­ri­or, pa­ra be­ne­fi­ci­ar a Ode­bre­cht.

LU­LA AVA­LIA USAR O PT PA­RA ‘PRO­TE­ÇÃO’ IN­TER­NA­CI­O­NAL. Réu em três pro­ces­sos de cor­rup­ção, cada um mais gra­ve que o ou­tro, o ex-pre­si­den­te Lu­la ago­ra ava­lia a pro­pos­ta, que lhe foi re­a­pre­sen­ta­da há dias, du­ran­te reu­nião de sua fac­ção Cons­truin­do No­vo Bra­sil (CNB), pa­ra as­su­mir a pre­si­dên­cia do PT. A ale­ga­ção é que o PT é fi­li­a­do à In­ter­na­ci­o­nal So­ci­a­lis­ta e ne­nhum pre­si­den­te de par­ti­do fi­li­a­do foi pre­so em 40 anos de exis­tên­cia des­sa en­ti­da­de. Lu­la ain­da re­lu­ta. BLIN­DA­GEM DE FAN­TA­SIA. In­te­gran­tes da CNB ar­gu­men­ta­ram que Lu­la é “o ati­vo que ain­da res­ta ao PT” e que sua even­tu­al pri­são se tor­na­ria “as­sun­to in­ter­na­ci­o­nal”.

PT, UM BALAIO DE GATOS. O PT é ho­je uma fe­de­ra­ção de qua­se du­as de­ze­nas de fac­ções, que, diz Lu­la, vi­vem se di­gla­di­an­do e “tor­pe­de­an­do as li­de­ran­ças” pe­tis­tas.

| ROVENA RO­SA/AGÊNCIA BRA­SIL

Ex-pre­si­den­te Lu­la

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.