MI­NHA VÓ DI­ZIA...

Metro Brazil (ABC) - - Foco - JOSÉ LUIZ DATENA JO­SE.DATENA @ME­TRO­JOR­NAL.COM.BR

O João che­gou aos es­tú­di­os da Band pa­ra a en­tre­vis­ta no Bra­sil Ur­gen­te com pon­tu­a­li­da­de bri­tâ­ni­ca e pre­ci­são de re­ló­gio suí­ço, na exa­ta ho­ra mar­ca­da. Nem pa­re­cia po­lí­ti­co bra­si­lei­ro. Co­mo ele mes­mo se de­fi­ne, ges­tor.

Che­gou im­pe­ca­vel­men­te ves­ti­do co­mo fi­lho de al­fai­a­te da mi­nha épo­ca. Dos seus den­tes in­cri­vel­men­te bran­cos ro­la­vam as pa­la­vras de quem ven­ceu os de­ba­tes com fa­ci­li­da­de e edu­ca­ção, e tal­vez por is­so te­nha da­do uma sur­ra nos ad­ver­sá­ri­os nas ur­nas. Ga­nhou his­to­ri­ca­men­te no pri­mei­ro tur­no.

E João fa­lou que não au­men­ta nem ta­ri­fas nem im­pos­tos en­quan­to pu­der aguen­tar. Au­men­to mes­mo só da ve­lo­ci­da­de nas mar­gi­nais. Ace­le­ra, São Pau­lo.

Pou­pou o atu­al pre­fei­to di­zen­do que Had­dad é mai­or que o PT –cá en­tre nós, ta­re­fa não mui­to di­fí­cil ho­je em dia.

João con­ti­nu­ou fa­lan­do com cal­ma até so­bre a re­du­ção de ci­clo­vi­as, par­ques pri­va­ti­za­dos, me­lho­ri­as no trans­por­te co­le­ti­vo. Con­fes­sou tam­bém sua ad­mi­ra­ção pe­lo ex-pre­fei­to de No­va York Mi­cha­el Blo­om­berg, em quem diz se es­pe­lhar. So­bre se can­di­da­to a go­ver­na­dor não dis­se nem que sim nem que não, mas sor­riu de no­vo, aque­le jei­tão de pro­pa­gan­da de cre­me den­tal.

Na TV per­deu a cal­ma uma úni­ca vez, quan­do viu ima­gens da cra­co­lân­dia.

Fa­lou so­bre o ex-pre­si­den­te Lu­la com iro­nia já ma­ni­fes­ta­da: dis­se que ia vi­si­tá-lo em Curitiba, on­de se vê em vi­as com a Jus­ti­ça.

João fa­lou e fa­lou. Agra­dou qua­se du­ran­te uma ho­ra e meia, dan­do uma bai­ta au­di­ên­cia.

Uma coi­sa é cer­ta: o João fa­la mui­to bem. Mas mi­nha vó já di­zia, João, fa­lar é fá­cil. Bom, is­to o tem­po di­rá.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.