Justiça re­ce­be de­nún­cia con­tra Lu­la e Ode­bre­cht

Metro Brazil (ABC) - - Brasil -

O ex-pre­si­den­te Lu­la foi de­nun­ci­a­do on­tem à Justiça Fe­de­ral de Brasília com mais no­ve pes­so­as por fa­vo­re­cer a em­prei­tei­ra Ode­bre­cht e o em­pre­sá­rio Tai­gua­ra dos San­tos, pa­ren­te do pe­tis­ta, em ne­gó­ci­os em An­go­la fi­nan­ci­a­dos pe­lo BNDES (Ban­co Na­ci­o­nal de De­sen­vol­vi­men­to Econô­mi­co e So­ci­al).

Lu­la foi al­vo on­tem de sua ter­cei­ra de­nún­cia. Ele já é réu em Brasília, pe­la sus­pei­ta de ten­tar com­prar o si­lên­cio do ex-di­re­tor da Pe­tro­bras Nes­tor Cer­ve­ró, e em Cu­ri­ti­ba, no caso do trí­plex do Gu­a­ru­já (SP).

On­tem Lu­la foi acu­sa­do de or­ga­ni­za­ção cri­mi­no­sa, cor­rup­ção pas­si­va, trá­fi­co de in­fluên­cia e la­va­gem de di­nhei­ro. Se­gun­do o MPF, a Ode­bre­cht pa­gou R$ 30 mi­lhões por con­tra­tos em An­go­la, usan­do o pres­tí­gio do ex-pre­si­den­te, que ofi­ci­al­men­te foi pa­go por dar pa­les­tras.

Tai­gua­ra, que é so­bri­nho da pri­mei­ra mu­lher de Lu­la, já mor­ta, re­ce­beu R$ 20 mi­lhões da em­prei­tei­ra por ser­vi­ços que, se­gun­do a acu­sa­ção, não fo­ram pres­ta­dos. Ou­tro la­do Em en­tre­vis­ta co­le­ti­va on­tem, a de­fe­sa de Lu­la afir­mou que o pe­tis­ta não in­ter­fe­ria nas de­ci­sões do BNDES, que su­as pa­les­tras fo­ram fei­tas e es­tão com­pro­va­das e que ele não tem re­la­ção com os ne­gó­ci­os de Tai­gua­ra dos San­tos.

ME­TRO CU­RI­TI­BA

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.