Es­pe­ran­ças re­no­va­das

No úl­ti­mo jo­go sob o co­man­do de Fá­bio Ca­ril­le an­tes da che­ga­da de Oswal­do Oli­vei­ra, Co­rinthi­ans de­sen­can­ta após qua­tro ro­da­das sem gols, ven­ce o San­ta Cruz na Are­na Pan­ta­nal e se­gue na bri­ga pe­lo G-6

Metro Brazil (ABC) - - Esporte -

Em seu úl­ti­mo tra­ba­lho a fren­te do Co­rinthi­ans an­tes da che­ga­da de Oswal­do de Oli­vei­ra, Fá­bio Ca­ril­le en­fim con­se­guiu um bom re­sul­ta­do. O fu­te­bol não foi dos mais vis­to­sos, mas su­fi­ci­en­te pa­ra ven­cer o San­ta Cruz por 4 a 2 e vol­tar a mar­car pon­tos no Cam­pe­o­na­to Bra­si­lei­ro.

Até on­tem eram qua­tro jo­gos sem mar­car gols. E pa­re­cia que a si­tu­a­ção iria pi­o­rar. O San­ta Cruz ia bem na par­ti­da e, de tan­to ten­tar, con­se­guiu abrir o pla­car, com Gra­fi­te. As me­lho­res chan­ces eram dos per­nam­bu­ca­nos, mas o Co­rinthi­ans não de­sis­tiu e em­pa­tou no fim da pri­mei­ra eta­pa, com Gui­lher­me.

Na se­gun­da eta­pa o Ti­mão vol­tou me­lhor e lo­go am­pli­ou. Aos dois mi­nu­tos Mar­lo­ne chu­tou de lon­ge, no can­ti­nho, e vi­rou o pla­car. Se­te mi­nu­tos de­pois Gui­lher­me fez mais um. Ta­va fá­cil e o Co­rinthi­ans apro­vei­ta­va.

O sus­to veio aos 35 mi­nu­tos, com Ke­no, des­ta­que do fra­co San­ta Cruz, que con­se­guiu di­mi­nuir o pla­car. A ten­são no meio da tor­ci­da co­rin­ti­a­na não du­rou mui­to. No fi­nal­zi­nho, Luc­ca fez o quar­to e de­fi­niu a vi­tó­ria co­rin­ti­a­na.

O Co­rinthi­ans fecha o dia em 8º, com 45 pon­tos, mas ain­da po­de ser ul­tra­pas­sa­do pe­lo Grê­mio, que tem 43. No­vo pro­fes­sor Ama­nhã Oswal­do che­ga pa­ra seu ter­cei­ro tra­ba­lho no Co­rinthi­ans. A pri­mei­ra foi en­tre 1999 e 2000, quan­do con­quis­tou um Bra­si­lei­ro, Pau­lis­ta e Mun­di­al. Sua se­gun­da pas­sa­gem foi bre­ve, de fe­ve­rei­ro a maio de 2004. METRO

| RO­DRI­GO GAZZANEL/AG. CO­RINTHI­ANS

Gui­lher­me co­me­mo­ra seu se­gun­do gol na vi­tó­ria do Co­rinthi­ans

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.