Após 4 anos, BC vol­ta a re­du­zir Se­lic

Úl­ti­mo cor­te ha­via si­do em ou­tu­bro de 2012; a par­tir de abril de 2013, ta­xa en­trou em ci­clo de al­tas só que­bra­do ago­ra

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

De­pois de dois di­as de reu­nião, o Co­pom (Co­mi­tê de Po­lí­ti­ca Mo­ne­tá­ria) do BC (Ban­co Cen­tral) anun­ci­ou no fi­nal da tar­de de on­tem a re­du­ção da ta­xa de ju­ros Se­lic, que caiu de 14,25% pa­ra 14% ao ano. O úl­ti­mo cor­te ha­via si­do em 2012, e o de on­tem foi o fim de um ci­clo de al­tas que du­rou 42 me­ses. A re­du­ção ace­na pa­ra a con­fi­an­ça do go­ver­no e do mer­ca­do em que o ce­ná­rio es­tá apro­pri­a­do pa­ra a re­cu­pe­ra­ção dos in­ves­ti­men­tos. Ju­ros me­no­res são fa­vo­rá­veis à to­ma­da de cré­di­to por em­pre­sá­ri­os, que vol­tam

“A in­fla­ção re­cen­te mos­trou-se mais fa­vo­rá­vel que o es­pe­ra­do, em par­te em de­cor­rên­cia da re­ver­são da al­ta de pre­ços de ali­men­tos” CO­MU­NI­CA­DO DO BAN­CO CEN­TRAL

a pro­du­zir e a em­pre­gar mais, aque­cen­do, as­sim, a eco­no­mia.

A Se­lic é o prin­ci­pal ins­tru­men­to do Ban­co Cen­tral pa­ra ten­tar man­ter sob con­tro­le a in­fla­ção ofi­ci­al, me­di­da pe­lo IPCA (Ín­di­ce Na­ci­o­nal de Pre­ços ao Con­su­mi­dor Am­plo). Ela ten­de a su­bir quan­do a in­fla­ção se aque­ce e a cair quan­do a in­fla­ção ar­re­fe­ce – co­mo ocor­re ago­ra. No “Re­la­tó­rio de In­fla­ção”, di­vul­ga­do no fi- nal de se­tem­bro, o BC, es­ti­mou que o IPCA ter­mi­ne 2016 em 7,3%. O acu­mu­la­do no ano, até aque­le mês, era de 5,5% (qu­a­dro ao la­do). O Co­pom dei­xou aber­ta a pos­si­bi­li­da­de de in­ten­si­fi­car o cor­te da Ta­xa Se­lic nos pró­xi­mos en­con­tros.

ME­TRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.