CLÁUDIO HUM­BER­TO

Metro Brazil (ABC) - - Brasil - CLAUDIO.HUM­BER­TO @METROJORNAL.COM.BR

APÓS CU­NHA, PRI­SÃO DE LU­LA SE­RÁ ‘CE­RE­JA DO BO­LO’. Mais do que de­mo­lir o dis­cur­so de “per­se­gui­ção” ou “ca­ça­da ju­di­ci­al”, a pri­são do ex-de­pu­ta­do Edu­ar­do Cu­nha abre ca­mi­nho pa­ra a pri­são do ex-pre­si­den­te Lu­la, que, imi­nen­te, se­rá “a ce­re­ja no bo­lo” da La­va Ja­to, se­gun­do ex­pres­são de um dos in­ves­ti­ga­do­res. Pre­so por or­dem do juiz Sér­gio Mo­ro, que Lu­la acu­sa de par­ci­a­li­da­de, Cu­nha é pa­ra o PT o seu “ini­mi­go nº 1”. Ago­ra, os pe­tis­tas te­rão de pro­cu­rar ou­tra ex­pli­ca­ção pa­ra as três ações de cor­rup­ção em que Lu­la é réu, na Jus­ti­ça Fe­de­ral. A HO­RA VAI CHE­GAR.

A ten­dên­cia, na La­va Ja­to, é “es­go­tar” o ca­so Edu­ar­do Cu­nha, ex­plo­ran­do to­das as su­as pos­si­bi­li­da­des, an­tes da “ce­re­ja do bo­lo”. JUS­TI­ÇA PA­RA TO­DOS.

Lu­la e pe­tis­tas re­pe­ti­ram tan­to a lo­ro­ta de “ca­ça­da ju­di­ci­al” que on­tem fi­ca­ram mu­dos, sur­pre­sos com a pri­são do ini­mi­go Edu­ar­do Cu­nha. MA­TE­RI­AL ROBUSTO.

As ale­ga­ções pa­ra a pri­são de Edu­ar­do Cu­nha, aca­ta­das por Sér­gio Mo­ro, são “ca­fé pe­que­no” com­pa­ra­das às acu­sa­ções con­tra Lu­la. MONITORAMENTO.

Pa­ra cum­prir a or­dem de pri­são ex­pe­di­da por Sér­gio Mo­ro, po­li­ci­ais es­tu­da­ram mi­nu­ci­o­sa­men­te a ro­ti­na de Cu­nha, no Rio e Bra­sí­lia. DF EX­PLI­CA A PEC.

Quem ain­da du­vi­da da ne­ces­si­da­de de li­mi­tar gas­tos pú­bli­cos de­ve­ria exa­mi­nar as con­tas do Dis­tri­to Fe­de­ral. O go­ver­no do DF gas­ta, só com sa­lá­ri­os de 214,6 mil ser­vi­do­res, R$ 26,5 bi­lhões dos R$ 31 bi­lhões de re­cei­ta. Na prá­ti­ca, 7% da po­pu­la­ção le­va 77% do di­nhei­ro dis­po­ní­vel. FOI UM SU­CES­SO.

No Ja­pão, o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer con­ser­tou lam­ban­ça de Dil­ma, que, gros­sei­ra, can­ce­lou du­as vi­si­tas ofi­ci­ais já con­fir­ma­das. Até deu chá de ca­dei­ra no prín­ci­pe Na­ruhi­to. Os ja­po­ne­ses es­ta­vam ofen­di­dos. CO­MO MANDA O FIGURINO. Mi­chel Te­mer fez tu­do cer­to: vi­si­tou o im­pe­ra­dor Akihi­to, re­com­pon­do-se com o Ja­pão. E vi­si­tou o Kei­dan­ren, “me­ga-Fi­esp” con­si­de­ra­da mais im­por­tan­te e mais res­pei­ta­da pe­los ja­po­ne­ses que o pró­prio go­ver­no.

“...PO­DE­RIA SE VA­LER DE RE­CUR­SOS ILÍ­CI­TOS PA­RA FA­CI­LI­TAR FU­GA” JUIZ SÉR­GIO MO­RO, AO JUSTIFICAR A DE­CI­SÃO DE MAN­DAR PREN­DER EDU­AR­DO CU­NHA

| JO­SÉ CRUZ/AGÊN­CIA BRA­SIL

Mi­chel Te­mer

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.