F-1. Ros­berg tem mais um ca­pí­tu­lo na lu­ta pe­lo tí­tu­lo

Metro Brazil (ABC) - - { Esporte} -

Pa­ra qu­em já con­quis­tou 313 pon­tos na tem­po­ra­da, so­mar mais 69 não pa­re­ce mui­to com­pli­ca­do, mas são os mais im­por­tan­tes. Es­ta é a pon­tu­a­ção ne­ces­sá­ria nas úl­ti­mas qua­tro cor­ri­das pa­ra Ni­co Ros­berg se sa­grar cam­peão mun­di­al de Fórmula 1.

A re­ta fi­nal co­me­ça nes­te fim de se­ma­na com o Gran­de Prê­mio dos Es­ta­dos Uni­dos, dis­pu­ta­do no Te­xas. A lar­ga­da es­tá pro­gra­ma­da pa­ra 17h de do­min­go. O trei­no que de­fi­ne o grid se­rá ama­nhã, às 16h.

Com 33 pon­tos de van­ta­gem pa­ra o seu com­pa­nhei­ro de Mer­ce­des, Lewis Ha­mil­ton, Ros­berg não pre­ci­sa mais ven­cer pa­ra ter­mi­nar a tem­po­ra­da em pri­mei­ro. Bas­tam três se­gun­dos lu­ga­res e um ter­cei­ro, ca­so Ha­mil­ton so­me 100 pon­tos ven­cen­do as úl­ti­mas qua­tro eta­pas. As­sim, o ale­mão ter­mi­na­ria o ano com 382 pon­tos, dois a mais do que Ha­mil­ton.

“Não há ra­zão pa­ra pen­sar que não te­rei fins de se­ma­na po­si­ti­vos pe­la fren­te nes­te ano. O GP dos EUA sem­pre foi mui­to bom pa­ra mim”, de­cla­rou Ha­mil­ton, que não ven­ce há cin­co cor­ri­das.

Os di­ri­gen­tes da Mer­ce­des ga­ran­tem que a equi­pe não irá in­flu­en­ci­ar na bri­ga na pis­ta en­tre os pi­lo­tos, que nos úl­ti­mos anos ti­ve­ram dis­pu­tas in­ten­sas e que ge­ra­ram aci­den­tes e dis­cus­sões.

“Não há or­dens de equi­pe. Que ven­ça o me­lhor”, afir­mou o che­fe da Mer­ce­des, To­to Wolf. Já o tri­cam­peão mun­di­al Nik­ki Lau­da, um dos di­ri­gen­tes da equi­pe, foi fran­co so­bre a si­tu­a­ção de Ha­mil­ton. “Se na­da der er­ra­do no car­ro de Ni­co, Lewis não te­rá con­di­ções de ser cam­peão es­te ano”, opi­nou. ME­TRO POA

| MARK THOMPSON/GETTY IMA­GES

Vi­tó­ria no Ja­pão dei­xou Ros­berg per­to do tí­tu­lo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.