Fes­ta qua­se com­ple­ta

Clás­si­co na­ci­o­nal. Na reabertura do Ma­ra­ca­nã, Fla­men­go e Co­rinthi­ans fa­zem jo­go quen­te e cheio de chan­ces de gols, mas não sa­em do empate. Tor­ci­das bri­ga­ram an­tes da par­ti­da

Metro Brazil (ABC) - - Esporte -

Um dos mai­o­res clás­si­cos do país, no mai­or pal­co do Bra­sil. Fla­men­go e Co­rinthi­ans fi­ze­ram no Ma­ra­ca­nã uma par­ti­da dig­na de su­as gran­de­zas, com mui­tas chan­ces de gols, lan­ces po­lê­mi­cos e um pla­car jus­to: 2 a 2.

O Fla­men­go vol­tou a atu­ar no gi­gan­te após dez me­ses e a tor­ci­da com­pa­re­ceu em pe­so, com mais de 60 mil fa­ná­ti­cos. Só que, lo­go no co­me­ço, Gui­lher­me abriu o pla­car pa­ra o Ti­mão.

O ru­bro-ne­gro não de­sa­ni­mou e foi pa­ra ci­ma. Aos 15 mi­nu­tos Pa­o­lo Gu­er­rei­ro mar­cou, im­pe­di­do, mas que não foi vis­to pe­la ar­bi­tra­gem.

No fim do pri­mei­ro tempo o Co­rinthi­ans fez um go­la­ço. Em rá­pi­do con­tra-ata­que, Ro­me­ro cru­zou pe­la di­rei­ta, Gui­lher­me abriu as per­nas pa­ra a bo­la pas­sar e Ro­dri­gui­nho co­lo­cou nas re­des.

O Fla­men­go foi pa­ra o tu­do ou na­da no se­gun­do tempo e con­se­guiu o empate aos 13, mais uma vez com Gu­er­re­ro. Após bo­la re­ba­ti­da de Wal­ter em um es­can­teio, o pe­ru­a­no apro­vei­tou e mar­cou.

O re­sul­ta­do foi ruim pa­ra o Fla­men­go, que fi­cou seis pon­tos atrás do lí­der Pal­mei­ras. En­quan­to o Co­rinthi­ans, pe­lo me­nos até ho­je, dor­me no G-6, e tor­ce pa­ra que o Atlé­ti­co-PR não ven­ça o Amé­ri­ca. Tris­te... A fes­ta só não foi com­ple­ta por­que an­tes de co­me­çar o jo­go tor­ce­do­res or­ga­ni­za­dos de Fla­men­go e Co­rinthi­ans en­tra­ram em con­fli­to com a po­lí­cia. Se­te vân­da­los co­rin­ti­a­nos fo­ram pre­sos e um PM foi agre­di­do.

| RUDY TRINDADE/FO­LHA­PRESS

Ro­dri­gui­nho vi­bra no se­gun­do gol do Ti­mão

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.