PF in­di­cia Pa­loc­ci e li­ga Lu­la a pro­pi­na de R$ 23 mi­lhões

De­le­ga­do afir­ma que pla­ni­lha da Ode­bre­cht apon­ta­ria ‘sal­do de­ve­dor’ ao ex-pre­si­den­te

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - RA­FA­EL NE­VES

A PF (Po­lí­cia Fe­de­ral) apon­tou on­tem, no in­di­ci­a­men­to do ex-mi­nis­tro An­to­nio Pa­loc­ci e mais cin­co pes­so­as, que o ex-pre­si­den­te Lu­la es­ta­va as­so­ci­a­do a uma dí­vi­da de R$ 23 mi­lhões em pro­pi­nas da em­prei­tei­ra Ode­bre­cht, dos quais R$ 8 mi­lhões te­ri­am si­do pa­gos.

Não es­tá cla­ro se Lu­la se­ria o be­ne­fi­ciá­rio di­re­to ou ape­nas o cap­ta­dor dos re­cur­sos, mas a PF lista vá­ri­os in­dí­ci­os de que ele era iden­ti­fi­ca­do co­mo “Ami­go” em uma pla­ni­lha a qu­em se atri­bui o sal­do de R$ 23 mi­lhões.

Em vá­ri­os e-mails en­tre Mar­ce­lo Ode­bre­cht e exe­cu­ti­vos do gru­po, o do­no da hol­ding ci­ta “Ami­go de meu pai” e “Ami­go de EO [Emí­lio Ode­bre­cht, pai de Mar­ce­lo]” em ne­gó­ci­os do go­ver­no fe­de­ral.

A pla­ni­lha é a ba­se do in­di­ci­a­men­to con­tra Pa­loc­ci, já que a PF con­cluiu, ao pren­der o ex-mi­nis­tro na 35ª fa­se, que ele era o “Ita­li­a­no” que cons­ta no do­cu­men­to. Em de­poi­men­to, Pa­loc­ci ne­gou ser.

Es­ta re­la­ção, se­gun­do a PF, é um ba­lan­ço dos va­lo­res que a Ode­bre­cht pa­gou por in­te­res­se de Pa­loc­ci, de 2008 a 2013, e qu­an­to ain­da ha­via de dí­vi­da a co­brir.

Em ju­lho de 2012, ha­vi­am si­do pa­gos R$ 120 mi­lhões e res­ta­va um sal­do de R$ 79 mi­lhões a acer­tar. Mais de um ano de­pois, em ou­tu­bro de 2013, o va­lor qui­ta­do su­biu pa­ra R$ 128 mi­lhões e o sal­do de­vi­do foi re­du­zi­do pa­ra R$ 71 mi­lhões.

Es­sa di­fe­ren­ça de R$ 8 mi­lhões, se­gun­do a pla­ni­lha, foi pa­ga no fi­nal de 2012 na ru­bri­ca “Ami­go”, que se­ria Lu­la, e era li­ga­da aos even­tos “Programa B4” (R$ 3 mi­lhões) e “Programa B5” (R$ 5 mi­lhões). Não há in­di­ca­ção do que se­ri­am es­ses pro­gra­mas.

No in­di­ci­a­men­to, o de­le­ga­do Fi­li­pe Pa­ce, da PF, ex­pli­ca que os fa­tos so­bre Lu­la não são par­te des­te inqué­ri­to, mas fo­ram re­pas­sa­dos ao de­le­ga­do Már­cio An­sel­mo, co­le­ga de­le na in­ves­ti­ga­ção.

Em no­ta, o ad­vo­ga­do Cris­ti­a­no Martins, que de­fen­de Lu­la, afir­ma que “a Lava Jato não apre­sen­tou qual­quer pro­va que pos­sa dar sus­ten­ta­ção às acu­sa­ções” con­tra Lu­la e que a afir­ma­ção é “a in­de­vi­da e in­con­se­quen­te opinião” de um de­le­ga­do.

| RO­BER­TO PARIZOTTI / CUT

De­fe­sa diz que não há pro­vas con­tra Lu­la

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.