PEC do Te­to ago­ra de­pen­de do Se­na­do

Câ­ma­ra apro­vou on­tem, em 2º tur­no, por 359 a 116 me­di­da que con­ge­la gas­tos pú­bli­cos por 20 anos

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

Pri­o­ri­da­de do go­ver­no, a PEC (Pro­pos­ta de Emen­da à Cons- ti­tui­ção) que obri­ga os Po­de­res Exe­cu­ti­vo, Le­gis­la­ti­vo e Ju- di­ciá­rio a cri­ar um te­to pa­ra os gas­tos pú­bli­cos foi apro­va­da on­tem, em 2º tur­no, pe­la Câ­ma­ra. A pro­pos­ta se­gue pa­ra aná­li­se do Se­na­do.

Fo­ram 359 vo­tos a fa­vor, 116 con­tra e du­as abs­ten­ções. O Pa­lá­cio do Pla­nal­to su­pe­rou os 308 vo­tos ne­ces­sá­ri­os, mas te­ve se­te apoi­os a me­nos do que os 366 da pri­mei­ra vo­ta­ção, frus­tran­do a ex­pec­ta­ti­va de ter en­tre 370 e 380 vo­tos. Por ou­tro la­do, a PEC te­ve cin­co vo­tos a mais con­trá­ri­os.

O go­ver­no, po­rém, ale­ga ter ma­pe­a­do 26 de­pu­ta­dos ali­a­dos que se au­sen­ta­ram por es­ta­rem em vi­a­gem ofi­ci­al ou cam­pa­nha elei­to­ral. Dis­cus­sões e pro­tes­to A opo­si­ção ado­tou co­mo es­tra­té­gia, além de fa­zer obs­tru­ção da ses­são, le­var um abai­xo-as­si­na­do com 330 mil as­si­na­tu­ras con­tra a PEC, que foi en­tre­gue ao pre­si­den­te da Ca­sa, Ro­dri­go Maia (DEM-RJ).

Nas ga­le­ri­as, ma­ni­fes­tan­tes es­ten­de­ram fai­xas e gri­ta­ram pa­la­vras de or­dem con­tra a pro­pos­ta, até se­rem obri­ga­dos a sair do lo­cal.

Os ris­cos aos in­ves­ti­men­tos em saú­de e edu­ca­ção do­mi­na­ram os de­ba­tes. “É uma mal­da­de con­tra os mais ve­lhos, que vão pre­ci­sar da saú­de; e uma mal­di­ção con­tra os mais jo­vens, que vão pre­ci­sar de edu­ca­ção e qua­li­fi­ca­ção pa­ra uma vi­da me­lhor”, ata­cou Pom­peo de Mat­tos (PDT-RS).

Os go­ver­nis­tas ne­ga­ram con­ge­la­men­to. “Se o país cres­ce e ar­re­ca­da mais, os in­ves­ti­men­tos au­men­tam”, re­ba­teu Do­min­gos Sá­vio (PSDB-MG).

O pra­zo de 20 anos de vi­gên­cia da re­gra tam­bém so­freu crí­ti­cas.

O mi­nis­tro da Fa­zen­da, Hen­ri­que Mei­rel­les, di­vul­gou um ví­deo pa­ra justificar a ne­ces­si­da­de da me­di­da de lon­go pra­zo. “Se fi­zés­se­mos um pra­zo mui­to cur­to, o efei­to dis­so na eco­no­mia se­ria inó­cuo. Nós fa­ría­mos um es­for­ço gran­de pa­ra mor­rer na praia”, ar­gu­men­tou. Pres­sa A tra­mi­ta­ção tem si­do rá­pi­da. Até ago­ra, fo­ram exa­tos 132 di­as en­tre a apre­sen­ta­ção da PEC e a pas­sa­gem pe­la Câ­ma­ra. No Se­na­do, o go­ver­no es­pe­ra tam­bém mai­o­ria fa­vo­rá­vel – 61 dos 81 se­na­do­res, se­gun­do cál­cu­los oti­mis­tas do Pla­nal­to – e ne­go­cia pa­ra que a con­clu­são ocor­ra até 13 de de­zem­bro, an­tes do re­ces­so par­la­men­tar e com tem­po de so­bra pa­ra en­trar em vi­gor a par­tir de 2017.

Re­pe­tin­do a es­tra­té­gia da Câ­ma­ra por apoio, o lí­der do PMDB no Se­na­do, Eu­ní­cio Oliveira (CE), pro­mo­ve­rá um jan­tar com se­na­do­res ali­a­dos e com o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer na pró­xi­ma se­ma­na.

MAR­CE­LO FREI­TAS

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.