CO­MO FUN­CI­O­NA A DO­A­ÇÃO DE ÓR­GÃOS

Metro Brazil (ABC) - - Foco - FON­TE: MI­NIS­TÉ­RIO DA SAÚ­DE, SE­CRE­TA­RIA DE ES­TA­DO DA SAÚ­DE E ABTO (ASSOCIAÇÃO BRA­SI­LEI­RA DE TRANS­PLAN­TE DE ÓR­GÃOS)

1

É re­a­li­za­do o di­ag­nós­ti­co de mor­te en­ce­fá­li­ca. Em ge­ral, is­so ocor­re após trau­ma­tis­mos cra­ni­a­nos ou aci­den­tes vas­cu­la­res

2

Pa­ra re­a­li­zar o di­ag­nós­ti­co de mor­te en­ce­fá­li­ca são ne­ces­sá­ri­os dois exa­mes clí­ni­cos que de­vem ser re­a­li­za­dos por dois mé­di­cos di­fe­ren­tes num in­ter­va­lo mí­ni­mo de seis ho­ras. Há ain­da um ter­cei­ro exa­me com­ple­men­tar (dop­pler trans­cra­ni­a­no ou an­gi­o­gra­fia ce­re­bral ou ele­tro­en­ce­fa­lo­gra­ma)

3

Fa­mí­lia é avi­sa­da e pre­ci­sa as­si­nar ter­mo por es­cri­to me­di­an­te tes­te­mu­nhas pa­ra au­to­ri­zar a re­ti­ra­da. In­for­ma­ção no RG não va­le mais pa­ra a do­a­ção

4

En­tre­vis­ta com a fa­mí­lia pa­ra in­ves­ti­gar his­tó­ri­co clí­ni­co (di­a­be­tes, fu­mo, uso de dro­gas, ta­tu­a­gens) e ras­tre­ar pos­sí­veis do­en­ças; se ne­ces­sá­rio, é re­a­li­za­do bióp­sia

5

É fei­ta a ci­rur­gia pa­ra re­ti­rar o ór­gão, que é re­fri­ge­ra­do e le­va­do pa­ra a cen­tral de no­ti­fi­ca­ção até se de­fi­nir quem se­rá o re­cep­tor ide­al

6

Ór­gão é le­va­do pa­ra o hos­pi­tal on­de es­tá o re­cep­tor, en­quan­to ele pas­sa pe­lo pré-ope­ra­tó­rio

7

Pa­ci­en­te re­ce­be me­di­ca­ção pa­ra evi­tar re­jei­ção

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.