Cri­se faz tra­ba­lha­dor de­sis­tir de pro­cu­rar va­ga

Até quan­do? Pes­qui­sa di­vul­ga­da pe­lo Con­sór­cio In­ter­mu­ni­ci­pal do ABC mos­tra que tem au­men­ta­do o nú­me­ro de pes­so­as de­sem­pre­ga­das que de­sis­tem de bus­car no­vo em­pre­go na re­gião. Atu­al­men­te, as se­te ci­da­des con­ta­bi­li­zam 226 mil de­sem­pre­ga­dos

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - CADU PROIETI

A cri­se econô­mi­ca que o país en­fren­ta tem fei­to com que tra­ba­lha­do­res do ABC que es­tão de­sem­pre­ga­dos de­sis­tam de pro­cu­rar va­gas di­an­te da di­fi­cul­da­de pa­ra en­con­trar um no­vo tra­ba­lho.

É o que mos­tra os da­dos di­vul­ga­dos on­tem pe­la PED (Pes­qui­sa de Em­pre­go e De­sem­pre­go), re­a­li­za­da pe­la Fun­da­ção Se­a­de (Sis­te­ma Es­ta­du­al de Aná­li­se de Da­dos) e pe­lo Di­e­e­se (De­par­ta­men­to In­ter­sin­di­cal de Es­ta­tís­ti­ca e Es­tu­dos So­ci­o­e­conô­mi­cos), em par­ce­ria com o Con­sór­cio In­ter­mu­ni­ci­pal do ABC.

Se­gun­do o le­van­ta­men­to, o ní­vel de de­sem­pre­go na re­gião em se­tem­bro re­gis­trou que­da pe­lo quar­to mês con­se­cu­ti­vo. Em maio, 17,1% da po­pu­la­ção do ABC es­ta­va de­sem­pre­ga­da, sen­do o mai­or per­cen­tu­al do ano. O ín­di­ce bai­xou pa­ra 16,9% em ju­nho, 16,8% em ju­lho, 16,4% em agos­to e 16% no mês pas­sa­do.

O eco­no­mis­ta do Di­e­e­se Cé­sar An­da­ku diz que a que­da não de­ve ser en­ca­ra­da de for­ma po­si­ti­va, já que foi mo­ti­va­da pe­la di­mi­nui­ção da PEA (Po­pu­la­ção Eco­no­mi­ca­men­te Ati­va) da re­gião. “No ABC, a ta­xa de de­sem­pre­ga­dos que es­tão sain­do do mer­ca­do de tra­ba­lho es­tá cres­cen­do. São pes­so­as que nem pro­cu­ram mais em­pre­go. Uma hi­pó­te­se pa­ra is­so é o de­sâ­ni­mo com a pos­si­bi­li­da­de de não con­se­guir se re­a­lo­car.”

A pes­qui­sa apon­ta que, so­men­te de agos­to pa­ra se­tem­bro, cer­ca de 34 mil mo­ra­do­res do ABC dei­xa­ram de apa­re­cer na PEA. Atu­al­men­te, a re­gião tem 226 mil pes­so­as de­sem­pre­ga­das.

An­da­ku afir­ma que o per­fil de qu­em dei­xa de pro­cu­rar em­pre­go é de jo­vens ain­da sus­ten­ta­dos pe­los pais ou côn­ju­ges que con­se­guem vi­ver com a ren­da do com­pa­nhei­ro ou com­pa­nhei­ra.

Ou­tro fa­tor que co­la­bo­rou com a que­da do de­sem­pre­go no ABC foi a ge­ra­ção de 11 mil va­gas no co­mér­cio e re­pa­ra­ção de veí­cu­los au­to­mo­to­res e mo­to­ci­cle­tas. Leia mais so­bre em­pre­go na pá­gi­na 8.

| ALESSANDRO SHINODA/FOLHAPRESS

Se­tor de re­pa­ra­ção de veí­cu­los re­gis­trou al­ta no ABC

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.