Ve­ne­zu­e­la­nos pro­tes­tam con­tra go­ver­no Ma­du­ro

Ca­ra­cas. Ma­ni­fes­tan­tes to­ma­ram ru­as de Ca­ra­cas. Pre­si­den­te se diz ví­ti­ma de ten­ta­ti­va de gol­pe, mas pro­me­te se reu­nir com opo­si­ção

Metro Brazil (ABC) - - Mundo -

Po­lí­ti­cos da opo­si­ção e ma­ni­fes­tan­tes da Ve­ne­zu­e­la fo­ram às ru­as nas prin­ci­pais ci­da­des do país on­tem con­tra o go­ver­no do pre­si­den­te Ni­co­lás Ma­du­ro, a qu­em acu­sam de ins­tau­rar uma di­ta­du­ra no país por im­pe­dir um ple­bis­ci­to que po­de­ria ti­rá-lo do po­der.

Au­to­ri­da­des en­vi­a­ram tro­pas da Guar­da Na­ci­o­nal ve­ne­zu­e­la­na pa­ra o pro­tes­to, que aca­bou em con­fron­to. Ma­ni­fes­tan­tes dis­se­ram em su­as re­des so­ci­ais que blo­quei­os de es­tra­das mon­ta­dos pe­las for­ças de se­gu­ran­ça im­pe­di­ram a en­tra­da em Ca­ra­cas. Mui­tas lo­jas fe­cha­ram e al­guns pais proi­bi­ram os fi­lhos de ir à es­co­la.

A opo­si­ção diz que Ma­du­ro pre­ci­sa sair an­tes que a si­tu­a­ção pi­o­re. A re­vol­ta au­men­tou na se­ma­na pas­sa­da, quan­do as au­to­ri­da­des elei­to­rais ve­ne­zu­e­la­nas can­ce­la­ram a se­gun­da eta­pa de uma co­le­ta de as­si­na­tu­ras pa­ra a con­vo­ca­ção de um re­fe­ren­do re­vo­ga­tó­rio con­tra o pre­si­den­te, ci­tan­do frau­des no pro­ces­so.

Con­tex­to

País ri­co em pe­tró­leo, a Ve­ne­zu­e­la atra­ves­sa uma re­ces­são que obri­ga famílias po­bres a cor­tar re­fei­ções ou so­bre­vi­ver de min­gau de­vi­do à es­cas­sez de ali­men­tos e à in­fla­ção de três dí­gi­tos.

Na ter­ça-fei­ra, a opo­si­ção abriu um jul­ga­men­to po­lí­ti­co de Ma­du­ro no Con­gres­so. O pro­ces­so é qua­se sim­bó­li­co, já que Ma­du­ro e a Su­pre­ma Cor­te da Ve­ne­zu­e­la con­si­de­ram ile­gí­ti­mo o Le­gis­la­ti­vo atu­al, a qu­em acu­sam de frau­de elei­to­ral. A As­sem­bleia or­de­nou ao ve­ne­zu­e­la­no que vá à ses­são da pró­xi­ma ter­ça-fei­ra pa­ra se de­fen­der no pro­ces­so.

Ma­du­ro afir­ma que a opo­si­ção ten­ta dar um gol­pe de Es­ta­do dis­far­ça­do de pro­tes­to pa­cí­fi­co. “Al­guns que­rem ver a Ve­ne­zu­e­la cheia de vi­o­lên­cia e di­vi­di­da”, dis­se o ve­ne­zu­e­la­no na ter­ça-fei­ra, em ato com seus apoi­a­do­res. “Não vol­ta­rão! A re­vo­lu­ção irá con­ti­nu­ar”, afir­mou, de pu­nho er­gui­do.

Ma­du­ro dis­se que reu­ni­ria on­tem su­as for­ças de de­fe­sa pa­ra ana­li­sar as ações to­ma­das con­tra ele pe­la As­sem­bleia Na­ci­o­nal. O pre­si­den­te tam­bém diz que se en­con­tra­rá com a opo­si­ção pa­ra di­a­lo­gar no do­min­go.

Pa­ra a opo­si­ção, a reu­nião com opo­si­to­res é uma cor­ti­na de fu­ma­ça de Ma­du­ro, que bus­ca ga­nhar tem­po pa­ra der­ru­bar em de­fi­ni­ti­vo o re­fe­ren­do.

| CAR­LOS EDU­AR­DO RAMIREZ/REU­TERS

Ma­ni­fes­tan­tes en­tra­ram em con­fron­to com po­li­ci­ais da Guar­da Na­ci­o­nal em Ca­ra­cas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.