OSWANA FAMELI (PMB)

Em­pre­sá­ria do ra­mo de edu­ca­ção pri­va­da, Oswana, 51 anos, já foi vi­ce-pre­si­den­te da Aci­sa (As­so­ci­a­ção Co­mer­ci­al e In­dus­tri­al de San­to An­dré). Ela con­cor­re ao la­do de Car­los Gra­na (PT).

Metro Brazil (ABC) - - Foco -

Qual o pa­pel do vi­ce? O Gra­na brin­ca e fa­la que o pa­pel do vi­ce é de ex­pec­ta­ti­va, mas es­sa ex­pec­ta­ti­va tem que ser trans­for­ma­da em gran­de par­ce­ria e com­pro­mis­so de tra­ba­lho. En­tão, pen­so que o pa­pel do vi­ce de­ve ser cons­truí­do den­tro de um pro­je­to co­le­ti­vo, com par­ti­ci­pa­ção e pre­sen­ça. Por que en­trou na po­lí­ti­ca? An­tes, em­pre­sá­ria do ra­mo da edu­ca­ção, era di­re­to­ra de re­la­ções edu­ca­ci­o­nais na Fe­de­ra­ção das Es­co­las Par­ti­cu­la­res em Bra­sí­lia, e me ca­bia acom­pa­nhar al­guns pro­je­tos de lei den­tro da co­mis­são da edu­ca­ção. Ali me de­pa­rei com si­tu­a­ções e pro­je­tos apro­va­dos que não são fac­tí­veis em sa­la de au­la. Foi quan­do me co­lo­quei à dis­po­si­ção do po­der pú­bli­co pa­ra po­der im­pri­mir meu co­nhe­ci­men­to pa­ra trans­for­ma­ção da­qui­lo que eu acre­di­to, que é uma so­ci­e­da­de me­lhor e mais jus­ta. Te­nho fi­lhos na ci­da­de, que­ro ter ne­tos, en­tão, que­ro dei­xar um le­ga­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.