Ser­vi­do­res. STF man­da cor­tar pon­to de gre­vis­ta

Metro Brazil (ABC) - - Foco -

Ser­vi­do­res pú­bli­cos de­ve­rão ter cor­tes de pon­to e des­con­tos nos sa­lá­ri­os a par­tir do pri­mei­ro dia da pa­ra­li­sa­ção. Por 6 vo­tos a 4, os mi­nis­tros do STF (Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral) fi­xa­ram on­tem uma no­va interpretação pa­ra o di­rei­to de gre­ve.

A ex­ce­ção se­rá qu­an­do o em­pre­ga­dor ti­ver par­ti­ci­pa­ção di­re­ta nas ra­zões pa­ra o mo­vi­men­to gre­vis­ta, co­mo, por exem­plo, atra­so de sa­lá­ri­os ou ne­ga­ti­va em ne­go­ci­ar. A re­com­po­si­ção do sa­lá­rio cor­ta­do tam­bém po­de­rá fa­zer par­te de acor­do.

“E pre­ci­so es­ta­be­le­cer cri­té­ri­os pa­ra que nós não per­mi­ta­mos que se pos­sa pa­rar o Bra­sil”, afir­mou Luiz Fux, que se­guiu o vo­to do re­la­tor, Di­as Toffoli, acom­pa­nha­do por Ro­ber­to Bar­ro­so, Te­o­ri Za­vasc­ki, Gil­mar Men­des e Cár­men Lú­cia.

Fo­ram con­trá­ri­os: Edson Fa­chin, Rosa We­ber, Mar­co Au­ré­lio e Ri­car­do Lewan­dows­ki. Em co­mum, a di­ver­gên­cia con­si­de­rou que uma de­ci­são ju­di­ci­al de­ve ser pré-re­qui­si­to pa­ra a san­ção. Cel­so de Mello es­ta­va au­sen­te.

O jul­ga­men­to tra­ta­va de

“A par­ti­ci­pa­ção do ser­vi­dor pú­bli­co em um mo­vi­men­to pa­re­dis­ta não im­pli­ca ilí­ci­to. En­tre­tan­to, es­se di­rei­to pos­sui li­mi­tes e ônus, por se tra­tar o ser­vi­ço pú­bli­co de im­por­tân­cia es­tra­té­gi­ca pa­ra o Es­ta­do em prol da so­ci­e­da­de.” DI­AS TOFFOLI, MI­NIS­TRO RE­LA­TOR

uma re­cla­ma­ção da Fa­e­tec (Fun­da­ção de Apoio à Es­co­la Téc­ni­ca do Es­ta­do do Rio de Ja­nei­ro) que, em 2006, foi im­pe­di­da de cor­tar o pon­to de ser­vi­do­res gre­vis­tas. A de­ci­são tem re­per­cus­são ge­ral e de­ve ser se­gui­da pe­la Jus­ti­ça em ca­sos se­me­lhan­tes.

O di­rei­to de gre­ve no ser­vi­ço pú­bli­co é pre­vis­to na Cons­ti­tui­ção, mas nun­ca foi re­gu­la­men­ta­do. Em 2007, o STF de­ci­diu es­ten­der as re­gras apli­ca­das pa­ra fun­ci­o­ná­ri­os da ini­ci­a­ti­va pri­va­da até que o Con­gres­so apro­ve um pro­je­to so­bre o te­ma, o que nun­ca ocor­reu. A de­ci­são não tra­ta­va de cor­te de pon­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.