STF jul­ga se réu po­de as­su­mir Pre­si­dên­cia

Prin­ci­pal al­vo, se­na­dor Re­nan Ca­lhei­ros pe­de me­di­a­ção do go­ver­no e usa PEC do te­to co­mo trun­fo pa­ra adi­ar jul­ga­men­to da ação pre­vis­to pa­ra ho­je no Su­pre­mo

Metro Brazil (ABC) - - Brasil - MAR­CE­LO FREI­TAS

O STF (Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral) de­ve co­me­çar ho­je o jul­ga­men­to de uma ação que proí­be réus que ocu­pam car­gos da li­nha su­ces­só­ria de as­su­mir a Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca. O as­sun­to co­lo­ca pres­são so­bre o pre­si­den­te do Se­na­do, Re­nan Ca­lhei­ros (PMDB-AL), que, em­bo­ra ain­da não te­nha ações pe­nais con­trá­ri­as aber­tas, sa­be que es­sa con­di­ção po­de mu­dar a qu­al­quer mo­men­to, já que é in­ves­ti­ga­do em um to­tal de 11 inqué­ri­tos.

Pre­o­cu­pa­do com os efei­tos da de­ci­são e a even­tu­al pos­si­bi­li­da­de de o STF ace­le­rar os pro­ces­sos, Re­nan re­cor­reu ao Pa­lá­cio do Pla­nal­to, se­gun­do as­ses­so­res, pa­ra ten­tar im­pe­dir que o ca­so se­ja jul­ga­do ago­ra. A da­ta con­si­de­ra­da mais con­ve­ni­en­te pa­ra o se­na­dor é fe­ve­rei­ro de 2017, qu­an­do dei­xa­rá o car­go.

O pre­si­den­te do Se­na­do tem co­mo trun­fo a tra­mi­ta­ção da PEC (Pro­pos­ta de Emen­da à Cons­ti­tui­ção) que tra­ta do te­to dos gas­tos pú­bli­cos pe­los pró­xi­mos 20 anos. O go­ver­no quer vê-la apro­va­da no iní­cio de de­zem­bro. O cum­pri­men­to do cro­no­gra­ma, con­tu­do, tem o es­for­ço pes­so­al de Re­nan.

A ses­são de ho­je não con­ta­rá com pe­lo me­nos dois dos 11 mi­nis­tros: Gil­mar Men­des, em vi­a­gem ao ex­te­ri­or, e Ri­car­do Lewan­dows- ki, que par­ti­ci­pa de even­to de juí­zes, na Bahia. O re­la­tor é o mi­nis­tro Mar­co Au­ré­lio. Não es­tá des­car­ta­do um pe­di­do de vis­ta.

Ou­tro al­vo

A ação foi apre­sen­ta­da pe­lo Re­de Sus­ten­ta­bi­li­da­de em mar­ço e ti­nha co­mo al­vo o en­tão pre­si­den­te da Câ­ma­ra, Edu­ar­do Cu­nha (PMDB-RJ), cas­sa­do em se­tem­bro e pre­so des­de o mês pas­sa­do.

“É in­com­pa­tí­vel com a Cons­ti­tui­ção a as­sun­ção e o exer­cí­cio dos car­gos que es­tão na li­nha de subs­ti­tui­ção do pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca por pes­so­as que se­jam réus em ações pe­nais”, afir­ma a ação.

Cri­se en­tre Po­de­res

Por coin­ci­dên­cia ou não, o te­ma en­trou na pau­ta lo­go após a Jus­ti­ça de­ter­mi­nar uma ope­ra­ção no Se­na­do pa­ra pren­der po­li­ci­ais le­gis­la­ti­vos acu­sa­dos de obs­truir in­ves­ti­ga­ções da La­va Ja­to.

O epi­só­dio le­vou Re­nan a cha­mar de ‘jui­ze­co’ o ma­gis­tra­do Val­lis­ney de Sou­za Oli­vei­ra, da 10.ª Va­ra Fe­de­ral de Bra­sí­lia, res­pon­sá­vel pe­las pri­sões.

Em re­a­ção, a pre­si­den­te do STF, Cár­men Lú­cia, afir­mou que se sen­tia ofen­di­da. Uma de­ci­são li­mi­nar do mi­nis­tro Te­o­ri Za­vasc­ki sus­pen­deu a ope­ra­ção e, de­pois de uma con­ver­sa com pe­di­do de des­cul­pas, o se­na­dor e a mi­nis­tra pa­re­cem ter se­la­do a paz.

Pro­ces­so adi­an­ta­do

Dos 11 inqué­ri­tos con­tra Re­nan, um es­tá em es­tá­gio avan­ça­do. Ele é acu­sa­do de ter con­tas da pen­são de uma fi­lha fo­ra do ca­sa­men­to pa­gas pe­la em­prei­tei­ra Men­des Ju­ni­or. O mi­nis­tro Ed­son Fa­chin li­be­rou a de­nún­cia em ou­tu­bro e aguar­da o jul­ga­men­to em ple­ná­rio. O se­na­dor po­de res­pon­der por pe­cu­la­to, fal­si­da­de ide­o­ló­gi­ca e uso de do­cu­men­to fal­so.

| PE­DRO LADEIRA/FO­LHA­PRESS

Re­nan usa a PEC pa­ra afas­tar a som­bra de de­nún­cia no STF

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.