O bom fi­lho

Co­rinthi­ans. Cri­a­do nas ca­te­go­ri­as de ba­se do Ti­mão, Jô es­tá de vol­ta ao clu­be 11 anos de­pois, con­ver­ti­do ao cris­ti­a­nis­mo e com a pro­mes­sa de mui­ta de­di­ca­ção pa­ra mar­car gols. Mas sem o ró­tu­lo de sal­va­dor da pá­tria

Metro Brazil (ABC) - - Esporte -

Mais de uma dé­ca­da de­pois, Jô es­tá de vol­ta ao Co­rinthi­ans. O ata­can­te foi apre­sen­ta­do ofi­ci­al­men­te on­tem, após fe­char con­tra­to de três anos. Emo­ci­o­na­do, o jo­ga­dor lem­brou os mo­men­tos ini­ci­as de sua car­rei­ra, no pró­prio Ti­mão, quan­do pas­sou pe­las ca­te­go­ri­as de ba­se até se tor­nar o mais jo­vem a ves­tir e a mar­car um gol pe­lo ti­me pro­fis­si­o­nal do Co­rinthi­ans, quan­do ti­nha ape­nas 16 anos.

“O Co­rinthi­ans é mi­nha ca­sa. Quan­do sur­giu a pos­si­bi­li­da­de de vol­tar, in­de­pen­den­te de co­lo­ca­ção ou que di­vi­são es­ti­ves­se, foi mi­nha me­lhor es­co­lha”, de­cla­rou o ata­can­te, sa­tis­fei­to com as mu­dan­ças no ti­me des­de sua saí­da, em 2005. “O clu­be cres­ceu e tem uma es­tru­tu­ra que re­al­men­te é mui­to boa. Pas­sei por clu­bes na Eu­ro­pa, e pou­cos têm uma es­tru­tu­ra des­sas”, afir­mou.

Aos 29 anos, Jô en­fa­ti­za que vol­ta ao seu clu­be de co­ra­ção com ou­tra ca­be­ça. As far­ras e pro­ble­mas por in­dis­ci­pli­na fi­ca­ram pa­ra trás e, nos úl­ti­mos anos, o cris­ti­a­nis­mo o te­ria sal­va­do de al­go pi­or. “En­con­trei Deus há dois anos, as coi­sas fo­ra de cam­po se ajei­ta­ram. Fo­ram er­ros que re­co­nhe­ço, is­so é im­por­tan­te. Su­pe­rei e ho­je sou a pes­soa que eu era, só me des­vi­ei. Ami­gos e fa­mí­lia do meu la­do, sou fe­liz”, dis­se o jo­ga­dor.

Co­mo foi con­tra­ta­do após o fim da ja­ne­la de trans­fe­rên­ci­as, o ata­can­te só po­de­rá atu­ar pe­lo Co­rinthi­ans em 2017, mas já es­tá a dis­po­si­ção pa­ra trei­na­men­tos com o res­tan­te da equi­pe. Do Ver­dão pa­ra o Ti­mão Uma no­vi­da­de que de­ve pin­tar no Co­rinthi­ans po­de che­gar di­re­ta­men­te do seu mai­or ri­val, o Pal­mei­ras. En­tre os no­mes in­di­ca­dos por Oswal­do Oli­vei­ra pa­ra a pró­xi­ma tem­po­ra­da es­tá o do vo­lan­te Ga­bri­el Gi­rot­to, que per­ten­ce ao Mon­te Azul e es­tá em­pres­ta­do ao Ver­dão até o fi­nal des­se ano.

O jo­ga­dor es­ta­ria in­sa­tis­fei­to com as pou­cas opor­tu­ni­da­des pa­ra jo­gar e uma no­va ca­sa po­de tra­zer no­vas es­pe­ran­ças.

“Não sou o sal­va­dor da pá­tria, sou mais um jo­ga­dor que che­ga pa­ra aju­dar. Aqui tem gran­des ata­can­tes, tem o Gus­ta­vo com po­ten­ci­al mui­to gran­de jo­vem, 21 anos, bom jo­ga­dor. Tem o Guilherme que faz bem es­sa fun­ção, tem o Ro­me­ro. Sou mais um pa­ra bri­gar e aju­dar”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.