Can­di­da­tos do ABC dei­xam dí­vi­da de R$ 2,6 mi­lhões

Ao me­nos qua­tro plei­te­an­tes ao car­go de pre­fei­to nes­ta elei­ção gas­ta­ram mais do que ar­re­ca­da­ram com a cam­pa­nha. Nú­me­ro po­de ser ain­da mai­or, já que pres­ta­ção de con­tas pa­ra 2º tur­no ter­mi­na dia 19. Alex Ma­nen­te é o mais en­di­vi­da­do, com R$ 1,5 mi de de­fi­ci

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - VA­NES­SA SELICANI

Ao me­nos qua­tro can­di­da­tos que con­cor­re­ram ao car­go de pre­fei­to no ABC fe­cha­ram as con­tas das elei­ções no ver­me­lho, com gas­tos su­pe­ri­o­res ao que foi ar­re­ca­da­do. No to­tal, eles de­vem R$ 2,6 mi­lhões a for­ne­ce­do­res e fun­ci­o­ná­ri­os.

O pra­zo fi­nal pa­ra pres­ta­ção de con­tas ao TSE (Tri­bu­nal Su­pe­ri­or Elei­to­ral) re­la­ti­vas ao pri­mei­ro tur­no ter­mi­nou no dia 1º des­te mês. Pa­ra os can­di­da­tos que dis­pu­ta­ram o se­gun­do tur­no, o pra­zo fi­nal é o pró­xi­mo dia 19.

O mai­or gas­to e tam­bém a mai­or dí­vi­da até ago­ra é do de­pu­ta­do fe­de­ral Alex Ma­nen­te (PPS), que per­deu a dis­pu­ta pe­lo Pa­ço de São Ber­nar­do pa­ra Or­lan­do Mo­ran­do (PSDB). A cam­pa­nha de Ma­nen­te gas­tou R$ 3,3 mi­lhões, mas ar­re­ca­dou R$ 1,8 mi­lhão, com dí­vi­da de R$ 1,5 mi­lhão. Em en­tre­vis­ta co­le­ti­va so­bre sua par­ti­ci­pa­ção nas elei­ções, o de­pu­ta­do res­sal­tou ter res­pei­ta­do a lei. “Não há uma agu­lha com­pra­da pa­ra a cam­pa­nha que não se­ja ofi­ci­al. Te­mos que ob­ser­var as du­as cam­pa­nhas e ver qu­al foi a mai­or no se­gun­do tur­no e quan­to ca­da uma gas­tou. Dur­mo com a ca­be­ça tran­qui­la em re­la­ção a is­so por­que tu­do foi de­cla­ra­do”, afir­mou.

Além de Ma­nen­te, es­tão com con­tas no ver­me­lho o can­di­da­to elei­to em San­to An­dré Pau­li­nho Ser­ra (PSDB), com de­fi­cit de R$ 533 mil, Tar­ci­sio Se­co­li (PT), de São Ber­nar­do, com R$ 600 mil, e Sa­ra Ja­ne (RE­DE), de São Ca­e­ta­no, com R$ 150. Es­tes dois úl­ti­mos con­cor­re­ram ape­nas no pri­mei­ro tur­no.

As dí­vi­das das cam­pa­nhas são as­su­mi­das pe­los par­ti­dos, as­sim co­mo as so­bras nas ar­re­ca­da­ções dos de­mais con­cor­ren­tes. Os can­di­da­tos de­vem apre­sen­tar cro­no­gra­ma de pa­ga­men­to dos va­lo­res e a qui­ta­ção não po­de ul­tra­pas­sar qua­tro anos.

As con­tas vão ser ain­da jul­ga­das pe­la Jus­ti­ça Elei­to­ral, que en­ca­mi­nha­rá ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co os ca­sos re­pro­va­dos pa­ra apu­ra­ção de even­tu­ais cri­mes de abu­so do po­der econô­mi­co.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.