QUE­BRA-NO­ZES PA­RA ADUL­TOS

BA­LÉ DA CI­DA­DE DE SÃO PAU­LO TRAZ AO MU­NI­CI­PAL MON­TA­GEM CON­TEM­PO­R­NEA DO CLÁS­SI­CO

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - AMAN­DA QU­EI­RÓS

“O Que­bra-No­zes” cri­a­do por Alex So­a­res pa­ra o Ba­lé da Ci­da­de de São Pau­lo tem ceia de Na­tal, uma ga­ro­ta cha­ma­da Cla­ra e com­po­si­ções de Tchai­kovsky. As se­me­lhan­ças de “Quebrakovsky – The Nuts Ta­lent Show” com o ba­lé rus­so cri­a­do no sé­cu­lo 19, no en­tan­to, pa­ram por aí. O es­pe­tá­cu­lo, que es­treia hoje no The­a­tro Mu­ni­ci­pal, des­cons­trói a po­pu­lar obra clás­si­ca a par­tir de um olhar con­tem­po­râ­neo.

Em vez da tra­ma in­fan­til so­bre uma me­ni­na que vê seu bo­ne­co que­bra-no­zes ga­nhar vi­da e le­vá-la a um mun­do má­gi­co, en­tra em ce­na um tra­ba­lho adul­to, que mis­tu­ra a or­dem das mú­si­cas do pri­mei­ro e se­gun­do ato – exe­cu­ta­das ao vi­vo pe­la Sinfô­ni­ca Mu­ni­ci­pal, sob a re­gên­cia de Edu­ar­do Stras­ser – e traz ques­tões atu­ais so­bre nos­sa re­la­ção com a tec­no­lo­gia.

“Na ceia que apre­sen­ta­mos, to­dos es­tão com dis­po­si­ti­vos mó­veis na mão, iso­la­dos e pre­o­cu­pa­dos com um show de ta­len­tos da TV. É uma crí­ti­ca ao con­su­mo des­sas fran­qui­as de en­la­ta­dos que são iguais em ca­da país on­de são exi­bi­dos e tam­bém uma crí­ti­ca ao fa­to de o pró­prio ‘Que­bra-No­zes’ ter vi­ra­do uma fran­quia”, diz So­a­res.

O co­reó­gra­fo in­ves­ti­gou a bi­o­gra­fia de Tchai­kovsky pa­ra tra­zê-lo ao pa­pel que se­ria do que­bra-no­zes. “Ele era ho­mos­se­xu­al e nun­ca pô­de se as­su­mir. De cer­ta for­ma, ele vi­veu sob a cas­ca de um bo­ne­co”, afir­ma ele, que usa pro­je­ções so­bre os ce­ná­ri­os de Wilson Agui­ar e conta com fi­gu­ri­nos de Cassiano Gran­di.

Mon­tar uma ver­são do es­pe­tá­cu­lo na­ta­li­no pa­ra os 31 in­te­gran­tes do Ba­lé era um de­se­jo an­ti­go da di­re­to­ra Ira­city Car­do­so. “De­pois que o Alex criou ‘Ce­nas a 33’, achei que es­ta­va pre­pa­ra­do pa­ra uma obra com nar­ra­ti­va”, diz ela. “Qu­em co­nhe­ce nos­sos es­pe­tá­cu­los de­ve es­tar mais cu­ri­o­so em re­la­ção a es­ta ver­são”, con­clui.

| CASSIANO GRAN­DI/DIVULGAÇÃO

Per­so­na­gem Cla­ra é re­pa­gi­na­da em ‘Quebrakovsky’

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.