Ga­so­li­na so­be, ape­sar das re­du­ções

Um mês após Pe­tro­bras cor­tar pre­ços nas re­fi­na­ri­as, com­bus­tí­vel se­gue ten­dên­cia de al­ta nos pos­tos

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

Os pre­ços mé­di­os da ga­so­li­na ven­di­da nos pos­tos do Bra­sil su­bi­ram em um mês, des­de que a Pe­tro­bras co­lo­cou em prá­ti­ca sua no­va po­lí­ti­ca de co­ta­ções nas re­fi­na­ri­as. Ape­sar de a estatal ter re­du­zi­do os va­lo­res do com­bus­tí­vel em du­as opor­tu­ni­da­des, hou­ve uma al­ta de 0,74% no pe­río­do, se­gun­do le­van­ta­men­to fei­to pe­la Reu­ters a par­tir de da­dos da ANP, ór­gão re­gu­la­dor.

O com­por­ta­men­to de pre­ços nas bom­bas, no en­tan­to, va­ri­ou de acor­do com a re­gião do país. Em 16 Es­ta­dos, a ga­so­li­na fi­cou, em mé­dia, mais ca­ra. Hou­ve re­du­ção em ou­tros 10 e no Dis­tri­to Fe­de­ral.

Em 14 de ou­tu­bro, a Pe­tro­bras anun­ci­ou uma re­du­ção de 3,2% no pre­ço da ga­so­li­na e de 2,7% no do di­e­sel. Na se­ma­na pas­sa­da, a estatal cor­tou mais uma vez as co­ta­ções nas re­fi­na­ria, em 3,1% pa­ra a ga­so­li­na e 10,4% pa­ra o di­e­sel.

No pri­mei­ro ajus­te, se tu­do fos­se re­pas­sa­do ao con­su­mi­dor, o pre­ço de­ve­ria cair R$ 0,05 li­tro pa­ra os dois com­bus­tí­veis, se­gun­do a estatal. No se­gun­do, ha­ve­ria o mes­mo po­ten­ci­al de que­da pa­ra a ga­so­li­na na bom­ba, e de R$ 0,20 por li­tro pa­ra o di­e­sel.

Dis­tri­bui­do­res de com­bus­tí­vel têm re­cla­ma­do que os pre­ços mais al­tos do bi­o­di­e­sel e do eta­nol ani­dro, que são mis­tu­ra­dos ao di­e­sel e à ga­so­li­na, res­pec­ti­va­men­te, es­ta­ri­am in­ter­fe­rin­do nos re­pas­ses pa­ra o con­su­mi­dor fi­nal.

O eta­nol ani­dro su­biu 3,95% nas usi­nas do Estado de São Pau­lo (prin­ci­pal pro­du­tor bra­si­lei­ro), des­de que a Pe­tro­bras anun­ci­ou a pri­mei­ra re­du­ção de pre­ços da ga­so­li­na.

A Uni­ca, que re­pre­sen­ta pro­du­to­res de açú­car e ál­co­ol, diz que não se de­ve atri­buir ao va­lor do eta­nol a cul­pa pe­la ga­so­li­na não cair. Se­gun­do a en­ti­da­de, a com­po­si­ção do pre­ço do com­bus­tí­vel fós­sil de­pen­de de di­ver­sas va­riá­veis, en­tre elas o pre­ço do pro­du­to na re­fi­na­ria, da mar­gem da dis­tri­bui­do­ra, da mar­gem da re­ven­da, do va­lor do pre­ço atu­a­li­za­do a ca­da 15 di­as pa­ra re­co­lhi­men­to do ICMS, além do pre­ço do eta­nol ani­dro.

Além dis­so, co­mo a ga­so­li­na é com­pos­ta com uma mis­tu­ra de 27% de ani­dro. Is­so sig­ni­fi­ca que ape­nas uma par­te me­nor da com­po­si­ção do pre­ço da ga­so­li­na so­fre in­ter­fe­rên­cia do va­lor do eta­nol, diz a Uni­ca. METRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.