Black Fri­day: co­mo evi­tar ‘pe­ga­di­nhas’

Le­van­ta­men­to pré­vio de pre­ços aju­da con­su­mi­dor a se pre­ca­ver

Metro Brazil (ABC) - - Front Page -

To­do ano é a mes­ma coi­sa. Che­ga a Black Fri­day e, em vez de ser re­fe­rên­cia de opor­tu­ni­da­de pa­ra com­prar pro­du­tos mais ba­ra­tos, no Brasil a da­ta ain­da aca­ba sen­do lem­bra­da pe­lo nú­me­ro de frau­des por par­te do co­mér­cio, nas lo­jas fí­si­cas e vir­tu­ais, que se apro­vei­tam do pe­río­do pa­ra for­jar des­con­tos e en­ga­nar con­su­mi­do­res.

O si­te com­pa­ra­dor de pre­ços Zo­om ela­bo­rou com ex­clu­si­vi­da­de pa­ra o Me­tro Jor­nal um le­van­ta­men­to de pre­ços, nas úl­ti­mas qua­tro se­ma­nas, dos pro­du­tos mais pes­qui­sa­dos on-li­ne (ao la­do). A ideia é in­for­mar co­mo es­ta­vam al­guns pre­ços até um mês an­tes da Black Fri­day pa­ra o con­su­mi­dor não cair no con­to da “me­ta­de do do­bro” e achar que fez o me­lhor ne­gó­cio da vi­da.

É pos­sí­vel ob­ser­var que na úl­ti­ma sex­ta-fei­ra, dia 18, os me­no­res pre­ços da se­ma­na de al­guns pro­du­tos já es­ta­vam aci­ma dos pra­ti­ca­dos nas se­ma­nas an­te­ri­o­res.

É o ca­so do No­te­bo­ok Acer, cu­jo pre­ço avan­çou de R$ 1.979,99 nas três se­ma­nas an­te­ri­o­res pa­ra R$ 2.089,05 na úl­ti­ma sex­ta-fei­ra – um au­men­to de 5,5%. O mes­mo acon­te­ceu com a ge­la­dei­ra Bras­temp, que no úl­ti­mo dia 11 ti­nha o me­nor pre­ço de R$ 1.349,99 e, uma se­ma­na de­pois, já es­ta­va em R$ 1.599,00 – va­ri­a­ção de 18,4%.

São pre­ços su­bin­do per­to da Black Fri­day pa­ra con­fun­dir o con­su­mi­dor com des­con­tos que na ver­da­de não exis­tem – ou se­ja, ele vai pa­gar o mes­mo que es­ta­va cus­tan­do du­as ou três se­ma­nas an­tes da Black Fri­day.

Al­guns si­tes fi­cam fo­ra do ar por ho­ras e quan­do re­tor­nam, as pro­mo­ções já não exis­tem mais. Ou in­for­mam que o es­to­que aca­bou. Na ver­da­de, o es­to­que era de ape­nas uma pe­ça. ME­TRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.