WhatsApp. Gol­pe atin­ge mais de 10 mil usuá­ri­os em 1 ho­ra

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

Ci­ber­cri­mi­no­sos es­tão apro­vei­tan­do o lan­ça­men­to do re­cur­so de vi­de­o­cha­ma­das do WhatsApp pa­ra apli­car gol­pes. Em uma das cam­pa­nhas ma­li­ci­o­sas, em ape­nas uma ho­ra, fo­ram re­a­li­za­dos 16 mil cli­ques, sen­do 10 mil fei­tos so­men­te no Bra­sil, se­gun­do a em­pre­sa de se­gu­ran­ça da in­for­ma­ção Eset.

Os ci­be­cri­mi­no­sos usam uma pá­gi­na na in­ter­net que pro­me­te ati­var a vi­de­o­cha­ma­da pa­ra os usuá­ri­os que com­par­ti­lha­rem o link frau­du­len­to com seus con­ta­tos. A ví­ti­ma é di­re­ci­o­na­da pa­ra um anún­cio no­me­a­do “úl­ti­ma eta­pa”, que so­li­ci­ta que um SMS se­ja en­vi­a­do pa­ra um nú­me­ro com um de­ter­mi­na­do tex­to. A par­tir daí, o nú­me­ro do smartpho­ne da ví­ti­ma é ins­cri­to em um ser­vi­ço pa­go não so­li­ci­ta­do.

Pa­ra os usuá­ri­os que caí­ram no gol­pe, a Eset re­co­men­da que as ví­ti­mas avi­sem seus con­ta­tos e, ca­so já te­nha fei­to a ins­cri­ção em al­gum for­mu­lá­rio com seu nú­me­ro de te­le­fo­ne, en­trem em con­ta­to com a ope­ra­do­ra pa­ra pe­dir a re­mo­ção. Ca­so te­nha ins­ta­la­do al­gum apli­ca­ti­vo no dis­po­si­ti­vo mó­vel, re­co­men­da-se a de­sins­ta­la­ção. ME­TRO

| REPRODUÇÃO

Ci­ber­cri­mo­no­sos usam re­cur­so de vi­o­de­cha­ma­da em gol­pe

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.