Bra­sil fe­cha 74,7 mil va­gas de tra­ba­lho com car­tei­ra em ou­tu­bro

Foi o 19º mês se­gui­do em que de­mis­sões su­pe­ra­ram con­tra­ta­ções. Cons­tru­ção ci­vil e ser­vi­ços li­de­ram per­das. No acu­mu­la­do do ano, já fo­ram fe­cha­dos 751,8 mil pos­tos no país

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

Em ou­tu­bro, 74,7 mil va­gas for­mais fo­ram fe­cha­das no país. Foi o 19º mês se­gui­do de per­das de pos­tos de tra­ba­lho com car­tei­ra as­si­na­da.

Ape­sar do re­sul­ta­do ne­ga­ti­vo, o nú­me­ro de va­gas fe­cha­das fi­cou abai­xo do re­gis­tra­do em ou­tu­bro de 2015. Na­que­le mês, as de­mis­sões su­pe­ra­ram as con­tra­ta­ções em 169,1 mil, o pi­or re­sul­ta­do pa­ra o mês na sé­rie his­tó- ri­ca do Mi­nis­té­rio do Tra­ba­lho, que tem iní­cio em 1992.

No acu­mu­la­do do ano, o país con­ta­bi­li­za 751,8 mil pos­tos a me­nos. Nos úl­ti­mos 12 me­ses, o sal­do é de 1,5 mi­lhão de pos­tos de tra­ba­lho su­pri­mi­dos.

Os se­to­res que ti­ve­ram as mai­o­res per­das de va­gas for­mais em ou­tu­bro fo­ram cons­tru­ção ci­vil (-33,5 mil pos­tos), ser­vi­ços (-30,3 mil pos­tos) e agri­cul­tu­ra (-12,5 mil pos­tos).

Ape­nas o co­mér­cio apre­sen­tou sal­do po­si­ti­vo, com cri­a­ção de 12,5 mil pos­tos. A in­dús­tria da trans­for­ma­ção, que ha­via apre­sen­ta­do sal­do po­si­ti­vo em agos­to e se­tem­bro, fe­chou 5,6 mil va­gas.

A con­tí­nua deterioração do mer­ca­do de tra­ba­lho ocor­re num mo­men­to em que agen­tes já co­me­çam a ques­ti­o­nar o fô­le­go pa­ra a re­cu­pe­ra­ção da ati­vi­da­de em 2017.

Eco­no­mis­tas con­sul­ta­dos pe­lo Ban­co Cen­tral re­vi­sa­ram a pro­je­ção de que­da do PIB de 2016 de 3,37% pa­ra re­tra­ção de 3,40%, se­gun­do bo­le­tim di­vul­ga­do no iní­cio da se­ma­na. Pa­ra 2017, a pro­je­ção de cres­ci­men­to foi re­du­zi­da de 1,13% pa­ra 1%, na sex­ta re­vi­são se­gui­da pa­ra bai­xo.

Com a pi­o­ra cres­cen­te no mer­ca­do de tra­ba­lho, o Ín­di­ce de Con­fi­an­ça do Con­su­mi­dor, me­di­do pe­la FGV (Fun­da­ção Ge­tu­lio Var­gas), caiu 3,3 pon­tos, pa­ra 79,1 pon­tos em no­vem­bro. Foi a pri­mei­ra que­da no in­di­ca­dor des­de que Mi­chel Te­mer as­su­miu a Pre­si­dên­cia do país.

“Na fal­ta de no­tí­ci­as po­si­ti­vas no front econô­mi­co e da­da a con­tí­nua deterioração do mer­ca­do de tra­ba­lho, uma par­ce­la dos con­su­mi­do­res bra­si­lei­ros re­du­ziu o oti­mis­mo em re­la­ção à pers­pec­ti­va de me­lho­ra no ho­ri­zon­te de seis me­ses”, dis­se a co­or­de­na­do­ra da son­da­gem do con­su­mi­dor na FGV, Vi­vi­a­ne Se­da Bit­ten­court. METRO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.