Con­tas pú­bli­cas fe­cham no azul com re­pa­tri­a­ção

Se­tor pú­bli­co te­ve su­pe­ra­vit pri­má­rio de R$ 39,6 bi em ou­tu­bro, pri­mei­ro re­sul­ta­do po­si­ti­vo des­de abril, se­gun­do o BC

Metro Brazil (ABC) - - Economia -

De­pois de cin­co me­ses se­gui­dos com re­sul­ta­dos ne­ga­ti­vos, o se­tor pú­bli­co vol­tou a re­gis­trar su­pe­ra­vit pri­má­rio em ou­tu­bro. A União, os Es­ta­dos e os mu­ni­cí­pi­os en­cer­ra­ram o mês pas­sa­do com re­cei­tas me­nos des­pe­sas, sem con­si­de­rar os gas­tos com ju­ros, de R$ 39,589 bi­lhões. Foi o maior su­pe­ra­vit pri­má­rio pa­ra me­ses de ou­tu­bro da sé­rie his­tó­ri­ca do Ban­co Cen­tral, ini­ci­a­da em de­zem­bro de 2001.

O re­sul­ta­do foi in­flu­en­ci­a­do pe­la ar­re­ca­da­ção com o pro­gra­ma de re­pa­tri­a­ção de re­cur­sos do ex­te­ri­or. Pa­ra re­gu­la­ri­zar os re­cur­sos, o con­tri­buin­te te­ve que pa­gar 15% de Im­pos­to de Ren­da e 15% de mul­ta, to­ta­li­zan­do 30% do va­lor re­gu­la­ri­za­do.

Sem o pro­gra­ma de re­pa­tri­a­ção, o se­tor pú­bli­co con­so­li­da­do te­ria apre­sen­ta­do um de­fi­cit pri­má­rio de R$ 5,5 bi­lhões em ou­tu­bro, se­gun­do o BC.

“O re­sul­ta­do do pro­gra­ma foi im­por­tan­te pa­ra o re­sul­ta­do pri­má­rio, mas não re­ver­teu a ten­dên­cia que ví­nha­mos ob­ser­van­do ao lon­go des­te ano de ter de­fi­cits fis­cais pri­má­ri­os cres­cen­tes”, dis­se o che­fe ad­jun­to do De­par­ta­men­to Econô­mi­co do BC, Fer­nan­do Ro­cha.

Em dez me­ses, o rom­bo é de R$ 45,912 bi­lhões. Em 12 me­ses, o de­fi­cit pri­má­rio fi­cou em R$ 137,208 bi­lhões, o que cor­res­pon­de a 2,23% do PIB. Em ou­tu­bro, o se­tor pú­bli­co re­gis­trou su­pe­ra­vit no­mi­nal – que con­si­de­ra os gas­tos com ju­ros – de R$ 3,384 bi­lhões. Foi o pri­mei­ro re­sul­ta­do po­si­ti­vo des­de abril do ano pas­sa­do (R$ 11,232 bi­lhões).

Nos dez me­ses do ano, o de­fi­cit no­mi­nal che­gou a R$ 377,151 bi­lhões e, em 12 me­ses, a R$ 544,029 bi­lhões, que cor­res­pon­dem a 8,83% do PIB.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.