‘Fa­lha to­tal elé­tri­ca e de com­bus­tí­vel’

Em úl­ti­mo con­ta­to com a tor­re do ae­ro­por­to de Me­del­lín, pi­lo­to do voo que le­va­va de­le­ga­ção da Cha­pe­co­en­se e pro­fis­si­o­nais da im­pren­sa re­la­ta pro­ble­mas no avião e in­sis­te em ter au­to­ri­za­ção pa­ra pou­sar

Metro Brazil (ABC) - - Esporte - Ou­ça a gra­va­ção com­ple­ta en­tre pi­lo­to e tor­re no metrojornal.com.br

Um diá­lo­go de apro­xi­ma­da­men­te 11 mi­nu­tos di­vul­ga­do on­tem pe­la Blu Ra­dio, da Colômbia, re­ve­la a in­sis­tên­cia do pi­lo­to bo­li­vi­a­no Mi­guel Qui­ro­ga com a tor­re de con­tro­le do ae­ro­por­to Jo­sé Ma­ria Cór­do­va, em Me­del­lín, pa­ra pou­sar o avião da La­Mia, mo­de­lo Avro RJ85, que trans­por­ta­va a de­le­ga­ção da Cha­pe­co­en­se e pro­fis­si­o­nais da im­pren­sa por con­ta da si­tu­a­ção de emer­gên­cia da ae­ro­na­ve. O avião caiu na ma­dru­ga­da de ter­ça-fei­ra na re­gião de An­tió­quia e dei­xou 71 mor­tos. Ape­nas 6 so­bre­vi­ve­ram.

Du­ran­te a con­ver­sa, o co­man­dan­te re­ve­la que a ae­ro­na­ve es­ta­va em “pa­ne to­tal elé­tri­ca e de com­bus­tí­vel”. Por is­so, ele pe­de em di­ver­sas oca­siões da gra­va­ção, fei­ta mo­men­tos an­tes do aci­den­te, que ha­ja pri­o­ri­da­de pa­ra ater­ris­sa­gem di­an­te do qua­dro.

A con­tro­la­do­ra que es­tá em con­ta­to com Qui­ro­ga dá or­dens pa­ra que a ae­ro­na­ve per­ma­ne­ces­se no ar e aguar­das­se por­que ha­via uma emer­gên­cia com ou­tro veí­cu­lo, um Air­bus da em­pre­sa Vi­va Colômbia, que es­ta­va sen­do aten­di­do no mes­mo mo­men­to.

Em um dos tre­chos, o pi­lo­to in­for­mou que vo­a­va a 9 mil pés (2.743 me­tros), abai­xo da al­tu­ra re­co­men­da­da pe­la Ae­ro­náu­ti­ca Ci­vil da Colômbia pa­ra a re­gião mon­ta­nho­sa de Cer­ro El Gor­do que é 10 mil pés (3.048 me­tros), on­de a ae­ro­na­ve se aci­den­tou.

Em se­gui­da, o pi­lo­to pe­de as co­or­de­na­das pa­ra ini­ci­ar os pro­ce­di­men­tos de pou­so e as re­ce­be. A tor­re ain­da in­for­ma a dis­tân­cia do avião pa­ra pis­ta, que era de 13km, avi­sa que há chu­va e que os bom­bei­ros ha­vi­am si­do aci­o­na­dos. O con­ta­to, en­tão, é perdido.

Qu­an­do o avião fi­ca sem co­mu­ni­ca­ção com a tor­re de co­man­do, ele so­bre­vo­a­va as ci­da­des de La Ce­ja e Aber­ro­jal, à 0h33 de Bra­sí­lia, e a que­da ocor­reu à 1h15 no Cer­ro El Gor­do – de acor­do com in­for­ma­ções do ae­ro­por­to de Me­del­lín. O ou­tro voo A ad­vo­ga­da bra­si­lei­ra Han­na Pfef­fer, pas­sa­gei­ra do avião da Vi­va Colômbia que ga­nhou pri­o­ri­da­de pa­ra ater­ris­sar, con­tou à Band­News FM que o tem­po era re­la­ti­va­men­te bom na­que­le mo­men­to, com uma chu­va fra­ca, mas que en­fren­tou tur­bu­lên­cia du­ran­te o tra­je­to. “Após uma ho­ra de voo foi in­for­ma­do que es­tá­va­mos ten­do pro­ble­mas com um va­za­men­to de com­bus­tí­vel e que de­ve­ría­mos fa­zer um pou­so de emer­gên­cia na ci­da­de pró­xi­ma de Me­del­lín, Rio Ne­gro. De­pois, hou­ve mui­to pâ­ni­co, to­dos mui­to apre­en­si­vos, com me­do. E aca­ba­mos pou­san­do”, re­la­tou. ME­TRO

| REPRODUÇÃO/FA­CE­BO­OK

Bo­li­vi­a­no Mi­guel Qui­ro­ga, que pi­lo­ta­va o Avro RJ85, in­for­mou pro­ble­mas à tor­re

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.