Ca­so Se­ma­sa te­rá a 1a au­di­ên­cia na ter­ça-fei­ra

Jus­ti­ça co­me­ça ou­vir en­vol­vi­dos no pro­ces­so so­bre cor­rup­ção no ór­gão mu­ni­ci­pal de San­to André

Metro Brazil (ABC) - - Front Page - CADU PROIETI METRO ABC

A Jus­ti­ça marcou pa­ra a pró­xi­ma ter­ça-fei­ra a pri­mei­ra au­di­ên­cia do pro­ces­so que acu­sa o ex-pre­fei­to de San­to André Ai­dan Ra­vin (PSB) e ou­tras dez pes­so­as de or­ga­ni­zar e exe­cu­tar es­que­ma pa­ra re­ce­ber pro­pi­na me­di­an­te a li­be­ra­ção de li­cen­ças am­bi­en­tais no Se­ma­sa (Ser­vi­ço Mu­ni­ci­pal de Sa­ne­a­men­to Am­bi­en­tal) du­ran­te a ges­tão mu­ni­ci­pal de­le, en­tre 2009 e 2012. Os réus ne­gam as acu­sa­ções.

As oi­ti­vas fo­ram mar­ca­das no úl­ti­mo dia 23, em des­pa­cho pu­bli­ca­do pe­lo Tri­bu­nal de Jus­ti­ça. Se­rão ou­vi­das to­das as tes­te­mu­nhas ar­ro­la­das na de­nún­cia. Os de­poi­men­tos es­tão agen­da­dos pa­ra ocor­rer em du­as eta­pas: uma às 9h30 e ou­tra às 13h. Es­te é o iní­cio da fa­se de ins­tru­ção do pro­ces­so, em que o juiz co­me­ça a ou­vir os en­vol­vi­dos no ca­so pa­ra de­pois de­ci­dir pe­la con­de­na­ção ou ab­sol­vi­ção dos réus.

O ex-pre­fei­to e os de­mais acu­sa­dos de­vem ser ou­vi­dos so­men­te em au­di­ên­ci­as fu­tu­ras, ain­da sem da­ta pa­ra acon­te­cer. Em uma pu­bli­ca­ção fei­ta no dia 11, a juí­za Ma­ria Lu­cin­da da Cos­ta diz que na ter­ça-fei­ra “se­rão pro­fe­ri­das no­vas de­li­be­ra­ções”. En­ten­da o ca­so O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co acu­sa Ai­dan e ou­tros dez in­te­gran­tes do go­ver­no de­le de te­rem “se as­so­ci­a­do em qua­dri­lha ou ban­do, no pe­río­do com­pre­en­di­do en­tre o iní­cio de novembro de 2011 e mar­ço de 2012, pa­ra co­me­te­rem cri­mes de cor­rup­ção pas­si­va, so­li­ci­tan­do van­ta­gens in­de­vi­das de em­pre­sá­ri­os in­te­res­sa­dos na ob­ten­ção de li­cen­ças am­bi­en­tais na mu­ni­ci­pa­li­da­de pa­ra pro­vei­to co­mum do gru­po.”

A de­nún­cia da pro­mo­to­ria ain­da diz que os acu­sa­dos te­ri­am se es­tru­tu­ra­do hi­e­rar­qui­ca­men­te, com fun­ções de­fi­ni­das a ca­da in­te­gran­te, pa­ra ob­ter van­ta­gem ilí­ci­ta, “so­li­ci­tan­do quan­ti­as in­de­vi­das aos res­pon­sá­veis por em­pre­en­di­men­tos imo­bi­liá­ri­os da re­gião.”

Um re­pre­sen­tan­te de uma cons­tru­to­ra dis­se em juí­zo que o gru­po te­ria co­bra­do “van­ta­gem in­de­vi­da” pa­ra re­ce­ber li­cen­ça am­bi­en­tal de um em­pre­en­di­men­to. Ou­tro em­pre­sá­rio afir­mou à Jus­ti­ça que in­te­gran­tes do Se­ma­sa te­ri­am co­bra­do R$ 300 mil pa­ra ob­ter tais do­cu­men­ta­ções.

Ai­dan ale­gou, em juí­zo, que ha­via “inép­cia (in­ca­pa­ci­da­de) da de­nún­cia e au­sên­cia de jus­ta cau­sa pa­ra pro­po­si­tu­ra da ação pe­nal”. Ele tam­bém pe­diu si­gi­lo no pro­ces­so por con­ta da ati­vi­da­de po­lí­ti­ca exer­ci­da.

Po­rém, a Jus­ti­ça ne­gou as de­fe­sas e o co­lo­cou co­mo réu em maio do ano pas­sa­do. “Há in­dí­ci­os su­fi­ci­en­tes de au­to­ria e pro­va de ma­te­ri­a­li­da­de nos au­tos”, dis­se a de­ci­são da Jus­ti­ça quan­do a de­nún­cia foi acei­ta.

| ALESSANDRO VALLE/ABCDIGIPRESS

Ins­ti­tui­ção mu­ni­ci­pal é al­vo de acusação de cor­rup­ção

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.