Des­pe­di­da in­fla­ma­da nos pal­cos do Rock in Rio

Metro Brazil (ABC) - - Cultura -

Foi um sa­co­de a ca­be­lei­ra pa­ra lá e pa­ra cá. O úl­ti­mo dia de Rock in Rio, ocor­ri­do on­tem, ar­re­ba­tou os fãs de rock e he­avy me­tal nos pal­cos Mun­do e Sun­set.

O Ca­pi­tal Ini­ci­al abriu a noi­te no Pal­co Mun­do e mandou ver com seus no­vos e an­ti­gos su­ces­sos, co­me­çan­do com “O Bem, o Mal e o In­di­fe­ren­te”. En­tre um hit e ou­tro, Di­nho fez dis­cur­sos in­fla­ma­dos con­tra po­lí­ti­cos cor­rup­tos e de­di­cou “Que País É Es­se?”, da Le­gião Ur­ba­na, ao pre­si­den­te Mi­chel Te­mer, ar­ran­can­do gri­tos de “Fo­ra, Te­mer”.

Já no Pal­co Sun­set, um en­con­tro inu­si­ta­do e ar­re­ba­ta­dor uniu o he­avy me­tal à mú­si­ca clás­si­ca: Se­pul­tu­ra con­vi­dou as cor­das da Fa­mí­lia Li­ma ao pal­co e o re­sul­ta­do agra­dou em cheio.

Uma das apre­sen­ta­ções mais em­pol­gan­tes des­se pal­co, aliás, foi a do quar­te­to pau­lis­ta Doc­tor Phe­a­bes com o Su­pla. O “pa­pi­to” não dei­xou nin­guém pa­ra­do.

No sá­ba­do, a vez foi dos fãs do Guns N’ Ro­ses, que en­con­tra­ram a ban­da em uma reu­nião do vo­ca­lis­ta Axl Ro­se com o bai­xis­ta Duff McKa­gan e o gui­tar­ris­ta Slash. Fo­ram mais de três ho­ras e meia de show, com di­rei­to a ca­tar­ses em “Wel­co­me to the Jun­gle”, “Li­ve and Let Die” (de Paul McCart­ney), “Swe­et Child O’Mi­ne”, nos so­los de Slash e em “Black Ho­le Sun”, ho­me­na­gem a Ch­ris Cor­nell do Sound­gar­den, mor­to nes­te ano.

Os mais áci­dos re­cla­ma­ram da voz do can­tor ame­ri­ca­no (ou da fal­ta de­la em mui­tos mo­men­tos), ri­di­cu­la­ri­za­ram seu gu­ar­da-rou­pa e en­che­ram as re­des de me­mes im­pres­si­o­na­dos com o en­ve­lhe­ci­men­to des­cui­da­do do re­bo­la­ti­vo Axl, que tem os mes­mos 55 anos de Jon Bon Jo­vi. O lí­der do Bon Jo­vi, aliás, me­re­ce re­gis­tro: gri­sa­lho à la Ri­chard Ge­re, mos­trou vi­gor na noi­te de sex­ta.

Em edi­ção com di­nos­sau­ros da mú­si­ca, os bri­tâ­ni­cos do The Who ar­re­ben­ta­ram com “The Kids are Al­right”, “My Ge­ne­ra­ti­on” e “Pin­ball Wi­zard”, en­tre ou­tros.

A noi­te te­ve ain­da The Offs­pring, 30 Se­conds to Mars e os ca­li­for­ni­a­nos do Red Hot Chi­li Pep­pers, que ti­ve­ram a mis­são de co­lo­car o pon­to fi­nal de um fes­ti­val que vai fi­car na me­mó­ria – pa­ra o la­do bom e ou­tro nem tan­to: o su­fo­co no ôni­bus do BRT lo­ta­do até che­gar à Ci­da­de do Rock, as ho­ras e ho­ras gru­da­do nos por­tões pa­ra ga­ran­tir o me­lhor lu­gar no pal­co, as lon­gas fi­las pa­ra os brin­que­dos, en­con­trar os ami­gos, ver os ído­los de per­to e cur­tir e can­tar nos shows co­mo se não hou­ves­se ama­nhã.

METRO RIO

| LUCIANO BELFORD/AGIF/FOLHAPRESS

An­dre­as Kis­ser to­cou ao la­do da Fa­mí­lia Li­ma

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.