Vão Li­vre do Masp fes­te­ja fil­mo­gra­fia de Pau­lo Jo­sé

Metro Brazil (ABC) - - Cultura -

Ao lon­go de su­as 41 edi­ções, a Mos­tra In­ter­na­ci­o­nal de Ci­ne­ma de São Pau­lo con­se­guiu es­ta­be­le­cer pa­ra si al­gu­mas tra­di­ções. Uma das prin­ci­pais, que di­a­lo­ga com a ci­da­de e a pró­pria história do even­to, são as exi­bi­ções gratuitas que acon­te­cem no Vão Li­vre do Masp, ins­ti­tui­ção on­de a Mos­tra nas­ceu.

A fai­xa de pro­gra­ma­ção co­me­ça hoje e acon­te­ce di­a­ri­a­men­te até o sá­ba­do, sem­pre às 19h30, com en­tra­da gra­tui­ta. O fil­me de aber­tu­ra é o do­cu­men­tá­rio “Hí­bri­dos, os Es­pí­ri­tos do Bra­sil”, no qual os di­re­to­res Pris­cil­la Tel­mon e Vin­cent Mo­on pas­sei­am pe­lo sin­cre­tis­mo da es­pi­ri­tu­a­li­da­de no país.

Três dos lon­gas escolhidos pa­ra es­se seg­men­to in­te­gram uma ho­me­na­gem ao ator Pau­lo Jo­sé, que com­ple­tou 80 anos em mar­ço.

Ama­nhã se­rá exi­bi­do “O Pa­dre e a Mo­ça” (1966), de Jo­a­quim Pe­dro de Andrade, no qual Pau­lo vi­ve um pa­dre re­cém-or­de­na­do que se en­vol­ve com uma jo­vem da ci­da­de on­de cum­pre seu sa­cer­dó­cio.

Na quin­ta, é a vez de “O Ho­mem Nu” (1968), de Ro­ber­to San­tos, em que o ator en­car­na um pro­fes­sor tran­ca­do nu do la­do de fo­ra do apar­ta­men­to de uma ami­ga.

Pau­lo tam­bém es­tre­la “Ma­cu­naí­ma” (1969), clás­si­co de Jo­a­quim Pe­dro de Andrade em tor­no da obra de Má­rio de Andrade, que fe­cha a pro­gra­ma­ção do Vão Li­vre no sá­ba­do.

O es­pa­ço re­ce­be ain­da, na quar­ta-fei­ra, o fil­me “Quan­do o Car­na­val Che­gar” (1972), de Ca­cá Di­e­gues, es­tre­la­do por no­mes co­mo Chi­co Bu­ar­que Na­ra Leão, Ma­ria Bethâ­nia.

Na sex­ta-fei­ra, a ses­são é de “Eles não Usam Black-Tie”, de Le­on Hirsz­man, so­bre os con­fli­tos de uma fa­mí­lia de ope­rá­ri­os en­vol­ta em uma gre­ve sin­di­cal.

ME­TRO

| DI­VUL­GA­ÇÃO

‘O Pa­dre e a Mo­ça’ (1966) ga­nha exi­bi­ção ama­nhã, às 19h30

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.