Cai­xa sus­pen­de li­nha de cré­di­to pa­ra imó­vel usa­do

Fim dos re­cur­sos le­vou à in­ter­rup­ção do fi­nan­ci­a­men­to via FGTS; em­prés­ti­mos pa­ra uni­da­des no­vas con­ti­nu­am

Metro Brazil (ABC) - - PRIMEIRA PÁGINA -

A Cai­xa sus­pen­deu a li­nha de fi­nan­ci­a­men­to imo­bi­liá­rio pró-co­tis­ta, com re­cur­sos do FGTS, pa­ra imó­veis usa­dos. A me­di­da de­ve-se ao fim do or­ça­men­to dis­po­ni­bi­li­za­do pa­ra a mo­da­li­da­de.

Se­gun­do o ban­co, a li­nha pa­ra imó­veis no­vos “con­ti­nua fun­ci­o­nan­do nor­mal­men­te”.

A pró-co­tis­ta é a mo­da­li­da­de mais barata do mer­ca­do, com ta­xa de ju­ros a par­tir de 7,85% ao ano, de­pois do Mi­nha Ca­sa Mi­nha Vi­da.

Po­dem ser fi­nan­ci­a­dos imó­veis de até R$ 950 mil nos es­ta­dos de São Paulo, Rio de Ja­nei­ro, Mi­nas Ge­rais e no Dis­tri­to Fe­de­ral, e de até R$ 800 mil nos de­mais es­ta­dos. Além dis­so, não há li­mi­te de ren­da.

Pa­ra con­tra­tar a li­nha, o tra­ba­lha­dor pre­ci­sa ter con­ta ati­va no FGTS e um mí­ni­mo de 36 con­tri­bui­ções. Se a con­ta es­ti­ver ina­ti­va, é ne­ces­sá­rio sal­do su­pe­ri­or ou igual a 10% do va­lor do imó­vel.

Além da Cai­xa, ape­nas o Ban­co do Bra­sil ofe­re­ce a li­nha, mas tam­bém só pa­ra imó­veis no­vos atu­al­men­te. En­quan­to is­so, a li­nha atrai o in­te­res­se de ban­cos pri­va­dos. Bra­des­co e San­tan­der de­ci­di­ram en­trar no fi­nan­ci­a­men­to de imó­veis com re­cur­sos do FGTS.

Se­gun­do notícia pu­bli­ca­da pe­la “Reu­ters” na úl­ti­ma se­ma­na, o San­tan­der pas­sou a ope­rar, de for­ma res­tri­ta, com a pró-co­tis­ta, tor­nan­do- -se o pri­mei­ro ban­co pri­va­do a ofe­re­cer a mo­da­li­da­de. Ao Me­tro Jor­nal, a ins­ti­tui­ção fi­nan­cei­ra in­for­mou que te­rá a li­nha, mas ain­da não há de­ta­lhes. Já o Bra­des­co afir­mou que co­me­ça­rá a ope­rar a li­nha pró-co­tis­ta a par­tir de ja­nei­ro de 2019, sem tam­bém di­vul­gar mais in­for­ma­ções.

A mo­vi­men­ta­ção no mer­ca­do ocor­re após o go­ver­no ado­tar uma sé­rie de me­di­das pa­ra fle­xi­bi­li­zar a atu­a­ção dos ban­cos no cré­di­to imo­bi­liá­rio, in­clu­si­ve a ele­va­ção do te­to do va­lor de imó­veis que po­dem ser fi­nan­ci­a­dos pe­lo SFH (Sis­te­ma Fi­nan­cei­ro de Ha­bi­ta­ção), de R$ 900 mil pa­ra R$ 1,5 mi­lhão. As mu­dan­ças va­lem a par­tir de 2019.

| RA­FA­EL NEDDERMEYER/ FO­TOS PÚ­BLI­CAS

San­tan­der e Bra­des­co de­ci­dem ofe­re­cer pró-co­tis­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.