CVV: de por­tas (e co­ra­ção) aber­tos pa­ra es­cu­tar

Metro Brazil (Belo Horizonte) - - Brasil -

É um pe­que­no es­pa­ço com o te­to bai­xo, du­as sa­las na fren­te e uma co­pa atrás. Em ca­da uma das sa­las, uma pol­tro­na e um so­fá – pa­ra re­ce­ber quem quei­ra fa­lar pes­so­al­men­te – e um te­le­fo­ne, pa­ra aten­der quem pre­fe­re li­gar. É acon­che­gan­te – e es­sa é a in­ten­ção: que as pes­so­as se sin­tam à von­ta­de pa­ra con­ver­sar.

O pos­to do CVV (Cen­tro de Va­lo­ri­za­ção da Vi­da) em Brasília fi­ca no Edi­fí­cio Brasília Rá­dio Cen­ter, na 701 Nor­te. O vo­lun­tá­rio Már­cio Pei­xo­to, 43, ex­pli­ca que o tra­ba­lho do CVV é di­fe­ren­te de um ba­te-pa­po com um ami­go, e não é uma te­ra­pia. “O CVV não jul­ga, não dá con­se­lho. O CVV ten­ta ser pa­ra as pes­so­as um es­pa­ço de es­cu­ta”, ex­pli­ca.

O CVV es­tá pre­sen­te em 18 Es­ta­dos além do DF e há di­fe­ren­tes for­mas de aten­di­men­to além do pre­sen­ci­al – as pes­so­as, por exem­plo, po­dem pro­cu­rar apoio emo­ci­o­nal por meio dos te­le­fo­nes 141 e 188 – em al­guns lo­cais –, por chat no si­te ofi­ci­al e até por car­ta.

Atu­al­men­te, o CVV Brasília tem 70 vo­lun­tá­ri­os, mas pre­ci­sa de mais. Ama­nhã, às 14h, co­me­ça o trei­na­men­to de no­vos vo­lun­tá­ri­os na Uno­par, que fi­ca no mes­mo pré­dio. Não é pre­ci­so fa­zer ins­cri­ção an­te­ci­pa­da, bas­ta apa­re­cer. RE­GIÃO CEN­TRO-OES­TE

| ANDRESSA ANHOLETE/ES­PE­CI­AL METRO

Már­cio é um dos 70 vo­lun­tá­ri­os em Brasília

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.