‘Pen­du­lar’ re­tra­ta re­la­ção do­lo­ri­da

Ci­ne­ma. Um dos des­ta­ques do Fes­ti­val de Ci­ne­ma de Bra­si­lia, fil­me da ci­ne­as­ta ca­ri­o­ca Ju­lia Mu­rat, que es­tá em car­taz em to­do país, mos­tra ruí­na de re­la­ci­o­na­men­to en­tre ar­tis­tas

Metro Brazil (Belo Horizonte) - - Cultura -

Um dos fa­vo­ri­tos da mos­tra com­pe­ti­ti­va do Fes­ti­val de Brasília do Ci­ne­ma Bra­si­lei­ro, que en­cer­ra nes­te do­min­go, “Pen­du­lar”, de Ju­lia Mu­rat, é um fil­me que faz pen­sar.

O lon­ga, que es­treia ho­je, foi es­co­lhi­do co­mo des­ta­que pe­lo jú­ri in­de­pen­den­te do Fes­ti­val de Ber­lim e, com tan­tos elo­gi­os, é de se es­tra­nhar que te­nha tra­ma tão sim­ples.

Ne­le, um es­cul­tor (Ro­dri­go Bel­zan) e uma bai­la­ri­na (Ra­quel Kar­ro) vi­vem uma cri­se con­ju­gal que pa­re­ce afas­tá-los e apro­xi­má-los ao mes­mo tem­po – e é des­se mo­vi­men­to pen­du­lar que vem o tí­tu­lo.

O fil­me se pas­sa em um gal­pão on­de eles mo­ram e tra­ba­lham, di­vi­di­dos con­for­me seus ofí­ci­os. De um la­do, ela dan­ça com le­ve­za. No ou­tro, ele es­cul­pe o me­tal.

No cen­tro, di­vi­di­dos por uma li­nha, eles bri­gam e tran­sam com cer­ta bru­ta­li­da­de – o que mo­ti­vou a clas­si­fi­ca­ção in­di­ca­ti­va de ex­clu­si­vo pa­ra mai­o­res de 18 anos.

Ins­pi­ra­do por uma per­for­man­ce dos ar­tis­tas Ulay e Ma­ri­na Abramovich, “Pen­du­lar” dei­xa pro­po­si­tal­men­te pon­tas sol­tas em um jo­go de pro­vo­ca­ções en­tre o ca­sal que des­per­ta a dú­vi­da: por que eles ain­da es­tão jun­tos? A res­pos­ta pre­vi­sí­vel é di­zer que eles se amam, mas é di­fí­cil re­co­nhe­cer tal sen­ti­men­to ali.

| DI­VUL­GA­ÇÃO

Ro­dri­go Bel­zan e Ra­quel Kar­ro vi­vem ca­sal no li­mi­te da lou­cu­ra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.