ZEN AO VOLANTE

Con­tro­le. Fa­ça exer­cí­ci­os sim­ples no car­ro pa­ra com­ba­ter o es­tres­se e evi­tar aci­den­tes

Metro Brazil (Belo Horizonte) - - Semana Do Trânsito -

Di­ri­gir po­de ser mui­to es­tres­san­te. O trân­si­to, a pres­sa, o ba­ru­lho, tu­do ir­ri­ta quan­do es­ta­mos atrás do volante. Mas é mui­to im­por­tan­te con­se­guir man­ter o con­tro­le den­tro do car­ro, até por uma ques­tão de se­gu­ran­ça.

Po­de não pa­re­cer, mas se es­tres­sar en­quan­to di­ri­ge po­de ser mui­to pe­ri­go­so, pois al­te­ra o es­ta­do de es­pí­ri­to do mo­to­ris­ta, ti­ran­do sua aten­ção da rua ou da es­tra­da e po­ten­ci­al­men­te pro­vo­can­do um aci­den­te.

Por is­so, quan­do vo­cê sen­tir que es­tá fi­can­do al­te­ra­do, apro­vei­te pa­ra fa­zer al­guns exer­cí­ci­os de re­la­xa­men­to e fi­car zen ao volante. Gui­da Graf, psi­có­lo­ga e ori­en­ta­do­ra de Mind­ful­ness (uma téc­ni­ca de me­di­ta­ção bu­dis­ta), dá di­cas pa­ra “ter aten­ção ple­na e tran­qui­li­da­de ao volante, evi­tan­do dis­tra­ções e ba­ti­das ou aci­den­tes”. “Na ver­da­de são téc­ni­cas de me­di­ta­ção in­for­mal pa­ra cen­trar o mo­to­ris­ta em si mes­mo. Pa­re­ce uma coi­sa su­per­fi­ci­al e ir­re­le­van­te, mas é mui­to ne­ces­sá­rio e sim­ples de fa­zer”, afir­ma. Se­gun­do Graf, es­se ti­po de prá­ti­ca me­lho­ra a qua­li­da­de de vi­da do in­di­ví­duo e mu­dan­ças são per­cep­tí­veis de­pois de ape­nas oi­to se­ma­nas me­di­tan­do. En­tão, na ho­ra que ba­ter o es­tres­se, fa­ça al­guns exer­cí­ci­os de Mind­ful­ness pa­ra se acal­mar. Nós te en­si­na­mos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.