‘Ma­ma’ An­ge­la Mer­kel 4.0

Lí­der te­rá quar­to man­da­to con­se­cu­ti­vo co­mo chan­ce­ler; par­ti­do de ex­tre­ma- di­rei­ta é o ter­cei­ro mais vo­ta­do pa­ra o Bun­des­tag

Metro Brazil (Belo Horizonte) - - Mundo -

A União, for­ma­da pe­la CDU (União De­mo­cra­ta-Cris­tã) e pe­la CSU (União So­ci­al-Cris­tã), cu­ja re­pre­sen­tan­te é a atu­al chan­ce­ler, An­ge­la Mer­kel, 62 anos, foi a vi­to­ri­o­sa nas elei­ções de on­tem na Ale­ma­nha, com 32,9% dos vo­tos. O re­sul­ta­do é um pou­co mais “ma­gro” do que o das elei­ções de 2013, qu­an­do 37,2% dos elei­to­res vo­ta­ram na CDU/CSU. Par­te da­que­les vo­tos mi­grou pa­ra par­ti­dos da di­rei­ta.

A AfD (Al­ter­na­ti­va pa­ra a Ale­ma­nha), de ex­tre­ma-di­rei­ta, sal­tou de 1,9% em 2013 pa­ra 13% dos vo­tos on­tem. O FDP (Par­ti­do De­mo­crá­ti­co Li­be­ral) foi de 1,5% há qua­tro anos pa­ra 10,4% ago­ra.

Es­ses dois par­ti­dos não ti­nham ne­nhu­ma ca­dei­ra no Bun­des­tag, o par­la­men­to ale­mão, por­que em 2013 não ha­vi­am al­can­ça­do o mí­ni­mo obri­ga­tó­rio de 5% dos vo­tos. Des­ta vez, eles te­rão.

Ape­sar de re­e­lei­ta pa­ra um quar­to man­da­to, Mer­kel ad­mi­tiu que que­ria e es­pe­ra­va “um re­sul­ta­do me­lhor”, mas des­ta­can­do que ne­nhu­ma ou­tra for­ma­ção, fo­ra a sua, po­de­rá ten­tar com­por um go­ver­no.

Mer­kel tam­bém se com­pro­me­teu a “re­con­quis­tar” o elei­tor in­sa­tis­fei­to que mi­grou pa­ra a ul­tra­di­rei­tis­ta AfD. Mas ela te­rá pre- la fren­te Jörg Meuthen, co­pre­si­den­te da AfD. “So­mos a ter­cei­ra for­ça po­lí­ti­ca no Bun­des­tag”, de­cla­rou Meuthen. “Va­mos ca­çar ma­da­me Mer­kel. Va­mos re­cu­pe­rar nos­so país”, pro­me­teu Ale­xan­der Gau­land, um dos lí­de­res da AfD, elei­to on­tem.

Du­ran­te a cam­pa­nha, a AfD acu­sou a lí­der de “trai­ção” por abrir as por­tas em 2015 a cen­te­nas de mi­lha­res de re­que­ren­tes de asi­lo, prin­ci­pal­men­te mu­çul­ma­nos, e ga­ran­tiu que a Ale­ma­nha se tor­nou “um pa­raí­so pa­ra cri­mi­no­sos e ter­ro­ris­tas de to­do o mun­do”.

Pa­ra com­pli­car a si­tu­a­ção de Mer­kel, o SPD (Par­ti­do So­ci­al-De­mo­cra­ta), de cen­tro-es­quer­da, que par­ti­ci­pou do úl­ti­mo go­ver­no de co­a­li­zão com o CDU/CSU, anun­ci­ou que a par­tir de ago­ra fa­rá opo­si­ção. É o pró­xi­mo de­sa­fio de “ma­ma Mer­kel”.

FOTO: KAI PFAFFENBACH / REUTERS FON­TE: BERLINER ZEITUNG * VO­TOS APURADOS ATÉ MEIA-NOI­TE (19H DE ON­TEM EM BRASÍLIA)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.