Im­pren­sa. Jornalista da CNN in­sul­ta­do por Trump é ex­pul­so da Ca­sa Bran­ca

Metro Brazil (Belo Horizonte) - - MUNDO -

A Ca­sa Bran­ca sus­pen­deu on­tem a cre­den­ci­al do jornalista da CNN Jim Acos­ta, após ele ter si­do in­sul­ta­do na úl­ti­ma quar­ta-fei­ra pe­lo pre­si­den­te dos EUA, Do­nald Trump, du­ran­te uma en­tre­vis­ta co­le­ti­va de im­pren­sa. O con­fron­to ver­bal co­me­çou após o jornalista ter qu­es­ti­o­na­do Trump a pro­pó­si­to da ca­ra­va­na da Amé­ri­ca Cen­tral que se di­ri­ge pa­ra a fron­tei­ra dos EUA.

Quan­do Jim Acos­ta ten­tou fa­zer uma se­gun­da per­gun­ta, Trump se re­cu­sou a res­pon­der e dis­se: “Bas­ta, vo­cê é ini­mi­go do po­vo”, en­quan­to uma fun­ci­o­ná­ria da equi­pe da Ca­sa Bran­ca ten­ta­va, sem sucesso, re­ti­rar o mi­cro­fo­ne das mãos do jornalista.

“O pre­si­den­te Trump acre­di­ta numa im­pren­sa li­vre. Nós nunca va­mos to­le­rar, no en­tan­to, um repórter que pou­se a sua mão numa jo­vem que es­ta­va ape­nas ten­tan­do fa­zer o seu tra­ba­lho co­mo es­ta­giá­ria”, pu­bli­cou no Twit­ter a por­ta-voz da Ca­sa Bran­ca, Sa­rah San­ders. A emis­so­ra res­pon­deu, pe­lo Twit­ter, que “a se­cre­tá­ria de im­pren­sa Sa­rah San­ders men­tiu. Ela se re­fe­riu a acu­sa­ções frau­du­len­tas e ci­tou um in­ci­den­te que nunca acon­te­ceu”.

| REUTERS

Mo­men­to em que a fun­ci­o­ná­ria ten­ta ti­rar o mi­cro­fo­ne de Acos­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.