Ma­ria da Pe­nha, 12: no DF, 3 fe­mi­ni­cí­di­os em 38 ho­ras

On­tem, ani­ver­sá­rio da lei cri­a­da para aju­dar a pu­nir com ri­gor a vi­o­lên­cia con­tra a mu­lher, PM ma­tou a mu­lher a ti­ros e se ma­tou; a tra­gé­dia so­mou-se às ocor­ri­das domingo e 2ª à noi­te; já são 19 ocor­rên­ci­as des­de ja­nei­ro, mes­mo nú­me­ro que em to­do 2017

Metro Brazil (Brasilia) - - PRIMEIRA PÁGINA - RA­FA­EL NE­VES ME­TRO BRA­SÍ­LIA

Três mu­lhe­res fo­ram as­sas­si­na­das em um pe­río­do de 38 ho­ras no Dis­tri­to Fe­de­ral des­de o úl­ti­mo domingo e en­gros­sa­ram as es­ta­tís­ti­cas de fe­mi­ni­cí­dio: em 2018, já hou­ve 19 ocor­rên­ci­as do cri­me no DF em pouco mais de se­te me­ses, o mes­mo que o re­gis­tra­do em to­do o ano pas­sa­do.

O acú­mu­lo re­cen­te de casos coin­ci­diu com o ani­ver­sá­rio, on­tem, da Lei Ma­ria da Pe­nha (11340/06), cri­a­da há 12 anos para for­ta­le­cer o com­ba­te à vi­o­lên­cia do­més­ti­ca.

Em to­dos os três re­gis­tros des­ta se­ma­na no DF – o pri­mei­ro co­me­ti­do às 20h de domingo e o úl­ti­mo às 10h de on­tem –, a po­lí­cia confirma os ma­ri­dos ou ex-ma­ri­dos das ví­ti­mas co­mo au­to­res dos cri­mes. Dois es­tão pre­sos e o ter­cei­ro co­me­teu sui­cí­dio lo­go após o as­sas­si­na­to.

Es­ses três fe­mi­ni­cí­di­os jun­tam-se aos 16 que a SSP (Se­cre­ta­ria da Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca e da Paz So­ci­al) re­gis­trou de ja­nei­ro a ju­lho. Das ocor­rên­ci­as até aque­le mês, se­gun­do a SSP, 88% das mu­lhe­res fo­ram mor­tas den­tro de ca­sa, e em 94% dos casos ha­via vín­cu­lo en­tre au­tor e ví­ti­ma.

To­dos os ho­mi­cí­di­os de mu­lhe­res no DF são ini­ci­al­men­te tra­ta­dos co­mo fe­mi­ni­cí­dio. Se as in­ves­ti­ga­ções con­fir­ma­rem, mais adi­an­te, que não se tra­ta do cri­me, o ca­so é re­ti­ra­do das es­ta­tís­ti­cas.

Es­te pro­ce­di­men­to, de acor­do com a SSP, au­men­ta a aten­ção da po­lí­cia so­bre o fe­mi­ni­cí­dio. “O mé­to­do veio para ga­ran­tir que pro­vas im­por­tan­tes em cri­mes de gê­ne­ro se­jam pre­ser­va­das e as in­ves­ti­ga­ções fi­quem ca­da vez mais qua­li­fi­ca­das”, afir­ma a se­cre­ta­ria, em no­ta.

A SSP in­for­ma que exis­tem ho­je 21 acu­sa­dos de vi­o­lên­cia do­més­ti­ca mo­ni­to­ra­dos por tor­no­ze­lei­ra ele­trô­ni­ca no DF. Eles re­pre­sen­tam 14,7% das 143 pes­so­as sub­me­ti­das ao equi­pa­men­to atu­al­men­te.

As ocor­rên­ci­as

A SSP de­ta­lhou cir­cuns­tân­ci­as dos 14 fe­mi­ni­cí­di­os co­me­ti­dos no DF no pri­mei­ro se­mes­tre des­te ano. Em me­ta­de das ocor­rên­ci­as (7 casos) de ja­nei­ro a ju­nho, o au­tor era côn­ju­ge da ví­ti­ma e em qua­tro si­tu­a­ções era na­mo­ra­do. Das três mor­tes res­tan­tes, em uma o au­tor era fi­lho, em ou­tra era in­qui­li­no e na úl­ti­ma ain­da é des­co­nhe­ci­do.

Des­tes 14 ho­mens, 9 fo­ram pre­sos em fla­gran­te, 4 co­me­te­ram sui­cí­dio e um ain­da es­tá fo­ra­gi­do. Dos 13 au­to­res co­nhe­ci­dos, 7 já ti­nham an­te­ce­den­tes cri­mi­nais, apon­ta o le­van­ta­men­to. Das 14 vi­ti­mas até ju­nho, 79% mor­re­ram den­tro de ca­sa.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.