Na­dou de bra­ça­da

Aber­to dos EUA. Ra­fa­el Na­dal atro­pe­la Ke­vin An­der­son na fi­nal e con­quis­ta o tri­cam­pe­o­na­to do Grand Slam, seu 16º na car­rei­ra

Metro Brazil (Campinas) - - Esporte -

Ra­fa­el Na­dal ra­ti­fi­cou sua con­di­ção de nú­me­ro 1 do mun­do e con­fir­mou o fa­vo­ri­tis­mo di­an­te do aza­rão Ke­vin An­der­son, de 2,03m, 32 º , com o triun­fo na de­ci­são e o tí­tu­lo do Aber­to dos Es­ta­dos Uni­dos, o quar­to e úl­ti­mo Grand Slam da tem­po­ra­da. O es­pa­nhol do­mi­nou o po­ten­te sa­que do ad­ver­sá­rio pa­ra mar­car 3 sets a 0 com par­ci­ais de 6/3 6/ 3 6/ 4 após 2h26­min de jo­go.

O “Tou­ro Miú­ra” re­pe­te os fei­tos de 2010 e 2013 con­quis­tan­do o tor­neio de No­va York pe­la ter­cei­ra vez. Com o triun­fo, o es­pa­nhol che­ga ao 16º tí­tu­lo de Ma­jor, atrás ape­nas do re­cor­dis­ta Ro­ger Fe­de­rer que tem 19. Ele tam­bém tem 10 ta­ças em Ro­land Gar­ros, du­as em Wim­ble­don e uma na Aus­trá­lia.

O sul-afri­ca­no, por sua vez, jo­gou sua pri­mei­ra de­ci­são de Ma­jor aos 31 anos e vol­ta­rá ao top 15 co­mo o 15º co­lo­ca­do. Seu me­lhor ran­king foi o 10º em ou­tu­bro de 2015.

“Fo­ram se­ma­nas mui­to es­pe­ci­ais pa­ra mim. Que­ro pa­ra­be­ni­zar o Ke­vin an­tes de tu­do. Pa­ra mim, es­te ano es­tá sen­do ina­cre­di­tá­vel. Tem si­do mui­to emo­ci­o­nan­te”, de­cla­rou Na­dal.

| SHAN­NON STAPLETON/REUTERS

Na­dal não deu chan­ces pa­ra o aza­rão e ven­ceu por 3 sets a 0 e 03 2 t O P P P 6O 6 SK O PS 0 . O S S

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.