GI­GAN­TES­CO!

Mon­te Fu­ji, um dos mai­o­res sím­bo­los do Ja­pão, de­sa­fia a sor­te dos vi­si­tan­tes que atra­ves­sam o mun­do pa­ra vi­si­tá- lo

Metro Brazil (Campinas) - - Turismo - CLE­BER MA­CHA­DO E VA­NES­SA SELICANI

Ele é gran­de, gi­gan­tes­co, e um tan­to ge­ni­o­so. Tam­bém pu­de­ra, o Mon­te Fu­ji é uma das vis­tas mais be­las e ve­ne­ra­das do mun­do. A mon­ta­nha na ver­da­de é um vul­cão com 3.776 me­tros de al­ti­tu­de, o mai­or do Ja­pão, e faz par­te in­te­gran­te do Par­que Na­ci­o­nal Fu­ji-Ha­ko­ne-Izu, on­de exis­tem cin­co la­gos que o ro­dei­am.

Co­nhe­cer a atra­ção tu­rís­ti­ca não é ta­re­fa tão fá­cil. Nem sem­pre o que­ri­di­nho dos ja­po­ne­ses dá às ca­ras. Não são ra­ros os re­la­tos de pes­so­as que não con­se­guem vê-lo por con­ta da ne­bu­lo­si­da­de, mais in­ten­sa no ve­rão. Mas é nes­ta épo­ca do ano que as es­ca­la­das es­tão li­be­ra­das.

A atra­ção é cer­ca­da por cin­co la­gos: Kawa­gu­chi, Ya­ma­na­ka, Sai, Sho­ji e Mo­to­su. O pri­mei­ro de­les tem o aces­so mais fá­cil e rá­pi­do pa­ra qu­em quer uti­li­zar trans­por­te público.

A vi­a­gem le­va cer­ca de du­as ho­ras e tem par­ti­da da Es­ta­ção Shin­ju­ku, no cen­tro da ca­pi­tal Tóquio, on­de é pre­ci­so pe­gar o trem da Chuõ Line até a es­ta­ção Õt­su­ki. Já na pe­que­na e sim­pá­ti­ca es­ta­ção, é pre­ci­so pe­gar o trem lo­cal até Kawa­gu­chi­ko, o pon­to fi­nal da li­nha. Den­tro do trem, pres­te mui­ta aten­ção às ja­ne­las e man­te­nha câ­me­ras fo­to­grá­fi­cas a pos­tos. O vul­cão po­de ser vis­to de am­bos os la­dos, fa­zen­do par­te do ce­ná­rio de to­da a vi­a­gem.

É pos­sí­vel avis­tar a mon­ta­nha já na saí­da do va­gão, lo­go atrás da es­ta­ção Kawa­gu­chi­ko. Há um ter­mi­nal de ôni­bus na saí­da da es­ta­ção. Na pla­ta­for­ma 1, com fi­las lon­gas, sai o ôni­bus tu­rís­ti­co que faz o per­cur­so qua­se com­ple­to do la­go.

Ou­tra op­ção é che­gar a pé. Em 10 mi­nu­tos ba­ten­do per­na por uma be­la ci­da­de, com o Mon­te Fu­ji de ce­ná­rio, che­ga- se a um pe­que­no por­to, de on­de sa­em pe­que­nos bar­cos e pe­da­li­nhos pa­ra se aven­tu­rar pe­lo la­go.

O pas­seio é um con­vi­te a bu­có­li­cos pi­que­ni­ques em sua mar­gem. Pe­que­nas mer­ce­a­ri­as an­tes de che­gar ao la­go ven­dem a pre­ços aces­sí­veis saquê, sashi­mis e teisho­kus. Em cer­ca de dez mi­nu­tos de ca­mi­nha­da, é pos­sí­vel avis­tar o char­mo­so Mon­te Fu­ji, cer­ca­do por água e ce­re­jei­ras. Ago­ra é só es­co­lher o me­lhor lu­gar e fa­zer seu pi­que­ni­que com uma das mais lin­das vis­tas. Kam­pai!

FOTOS: CLE­BER MA­CHA­DO/ME­TRO

Vul­cão é um dos prin­ci­pais pon­tos tu­rís­ti­cos do país

Vis­ta ins­pi­rou ar­tis­tas e re­li­gi­o­sos

Cin­co la­gos cir­cun­dam o Fu­ji

Mon­te po­de ser vis­to do trem

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.