Es­pa­nha anun­cia re­vo­ga­ção de au­to­no­mia da Ca­ta­lu­nha

Go­ver­no es­pa­nhol pro­me­te en­vi­ar ao Se­na­do pro­pos­ta de in­ter­ven­ção após lí­der ca­ta­lão ne­gar-se a re­cu­ar so­bre in­de­pen­dên­cia

Metro Brazil (Campinas) - - Mundo -

O go­ver­no es­pa­nhol es­tá pró­xi­mo de uti­li­zar pe­la pri­mei­ra vez o ar­ti­go da Cons­ti­tui­ção que re­vo­ga po­de­res de uma de su­as 17 co­mu­ni­da­des autô­no­mas. O pri­mei­ro-mi­nis­tro, Mariano Rajoy, di­vul­gou on­tem comunicado em que se pro­põe a ini­ci­ar ama­nhã o pro­ces­so con­tra a Ca­ta­lu­nha, em reu­nião ex­tra­or­di­ná­ria com seus mi­nis­tros.

O pra­zo da­do por ele pa­ra que o pre­si­den­te ca­ta­lão, Carles Puigdemont, re­cu­as­se de uma pos­sí­vel de­cla­ra­ção de in­de­pen­dên­cia da re­gião ter­mi­nou on­tem. Pa­ra o go­ver­no, não hou­ve res­pos­ta cla­ra, o que o obri­gou a aci­o­nar o dis­po­si­ti­vo le­gal. “O go­ver­no da Es­pa­nha con­ti­nu­a­rá com os trâ­mi­tes pre­vis­tos no ar­ti­go 155 da Cons­ti­tui­ção pa­ra res­tau­rar a le­ga­li­da­de no au­to­go­ver­no da Ca­ta­lu­nha.” A in­ter­ven­ção pre­ci­sa ain­da de apro­va­ção da mai­o­ria ab­so­lu- ta do Se­na­do pa­ra va­ler.

Puigdemont tam­bém di­vul­gou on­tem a car­ta que en­vi­ou ao go­ver­no, em que vol- ta a pe­dir ne­go­ci­a­ção. “Se o go­ver­no cen­tral per­sis­tir em im­pe­dir o diá­lo­go e con­ti­nu­ar com a re­pres­são, o Par- la­men­to da Ca­ta­lu­nha po­de­rá pro­ce­der, se o con­si­de­rar opor­tu­no, a vo­tar a de­cla­ra­ção for­mal de in­de­pen­dên- cia que não vo­tou em 10 de ou­tu­bro”, afir­mou. O lí­der ca­ta­lão de­cre­tou a se­pa­ra­ção no dia 10 em seu dis­cur­so ao Par­la­men­to, mas lo­go em se­gui­da o sus­pen­deu pa­ra aber­tu­ra de diá­lo­go.

Por nun­ca ter si­do usa­do ou re­gu­la­men­ta­do, ain­da não se sa­be o que po­de ocor­rer com o aci­o­na­men­to do ar­ti­go 155. Po­lí­ti­cos do PSOE (Par­ti­do So­ci­a­lis­ta Ope­rá­rio da Es­pa­nha), pe­di­ram on­tem ao go­ver­no que a in­ter­ven­ção se­ja rá­pi­da e não in­ter­fi­ra no an­da­men­to da re­gião.

In­te­gran­tes da fren­te cons­ti­tu­ci­o­na­lis­ta ou­vi­dos pe­lo jor­nal es­pa­nhol “El País” dis­se­ram que a me­lhor al­ter­na­ti­va se­ria o go­ver­no es­pa­nhol con­vo­car no­vas elei­ções pa­ra a Ca­ta­lu­nha.

“O Go­ver­no co­lo­ca­rá to­dos os mei­os ao seu al­can­ce pa­ra res­tau­rar o quan­to an­tes a le­ga­li­da­de e a or­dem cons­ti­tu­ci­o­nal, re­cu­pe­rar a con­vi­vên­cia pa­cí­fi­ca en­tre ci­da­dãos e fre­ar a de­te­ri­o­ra­ção econô­mi­ca que a in­se­gu­ran­ça ju­rí­di­ca es­tá cau­san­do na Ca­ta­lu­nha.”

COMUNICADO DO GO­VER­NO COMANDADO POR MARIANO RAJOY

“Ape­sar de to­dos es­for­ços e nos­sa von­ta­de de diá­lo­go, que a úni­ca res­pos­ta se­ja a sus­pen­são da au­to­no­mia in­di­ca que não se es­tá cons­ci­en­te do pro­ble­ma e não se quer con­ver­sar.”

CARLES PUIGDEMONT, PRE­SI­DEN­TE DA CA­TA­LU­NHA

PABLO BLAZQUEZ DOMINGUEZ/GETTY IMAGES

IVAN ALVARADO/REUTERS

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.