Es­tu­pro não pre­ci­sa de con­ta­to

Metro Brazil (Curitiba) - - BRASIL -

O ho­mem pre­so no Rio Gran­de do Norte pe­la PCDF é acu­sa­do de es­tu­pro ape­sar de não ter to­ca­do su­as ví­ti­mas. Pe­la in­ter­pre­ta­ção da polícia, o com­por­ta­men­to de­le se en­qua­dra na lei do es­tu­pro (ar­ti­go 213 do Có­di­go Pe­nal) por­que, após con­se­guir as pri­mei­ras fo­tos das ví­ti­mas, ele obri­ga­va al­gu­mas a pra­ti­car mais ati­vi­da­des de cu­nho se­xu­al con­tra a von­ta­de e sob ameaça.

É o se­gun­do ca­so no país do que es­tá sen­do cha­ma­do de ‘es­tu­pro vir­tu­al’. No iní­cio de agos­to des­te ano, um téc­ni­co de in­for­má­ti­ca de 34 anos foi pre­so em Te­re­si­na (PI) por ter obri­ga­do uma ex-na­mo­ra­da, após fil­má-la es­con­di­do, a gra­var ví­de­os se mas­tur­ban­do e en­vi­ar pa­ra ele. Se con­de­na­dos po­dem pe­gar de seis a 10 anos de ca­deia em re­gi­me fe­cha­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.