De­fen­sor im­pe­de ‘re­mo­ção’ da FAS

Ad­vo­ga­do diz que Pre­fei­tu­ra qu­e­ria re­ti­rar mo­ra­do­res; FAS ne­ga

Metro Brazil (Curitiba) - - FRONT PAGE - Www.metrojornal.com.br

Um tre­cho da Rua Cruz Ma­cha­do pró­xi­mo à Pra­ça Ti­ra­den­tes, no cen­tro de Cu­ri­ti­ba, foi pal­co de uma dis­cus­são en­tre um de­fen­sor pú­bli­co e agen­tes da pre­fei­tu­ra após uma abor­da­gem a mo­ra­do­res de rua na ma­nhã de on­tem.

O ou­vi­dor-ge­ral da De­fen­so­ria Pú­bli­ca do Pa­ra­ná, Ger­son da Sil­va, pas­sa­va pe­lo lo­cal, em fren­te à se­de do ór­gão, pou­co de­pois das 10h. Ele diz ter vis­to agen­tes pres­tes a re­co­lhe­rem per­ten­ces, tais co­mo col­chões e co­ber­tas, de cin­co pes­so­as – dois ca­sais e uma ido­sa – pa­ra obri­gá-las a dei­xar o lo­cal.

“Che­guei lá e vi uma vi­a­tu­ra da Guar­da, uma kom­bi da FAS e um ca­mi­nhão da Pre­fei­tu­ra. Se não ti­vés­se­mos che­ga­do ali, te­ri­am re­ti­ra­do to­dos os per­ten­ces de­les e jo­ga­do no ca­mi­nhão, e eles não têm es­se di­rei­to”, afir­ma.

A pre­fei­tu­ra diz, em no­ta, que já ha­via fei­to uma ação no dia 15, de­vi­do a re­cla­ma­ções pa­ra a cen­tral 156 de que as pes­so­as “vi­vem na calçada, por­tan­do vá­ri­os col­chões, e que uri­nam e de­fe­cam no lo­cal, cau­san­do mau chei­ro”, e que re­pe­tiu a abor­da­gem on­tem de­vi­do a no­vas re­cla­ma­ções. A no­ta afir­ma, no en­tan­to, que hou­ve ape­nas ori­en­ta­ção so­bre os ser­vi­ços ofe­re­ci­dos à po­pu­la­ção de rua e a “re­ti­ra­da do li­xo or­gâ­ni­co”, co­mo mar­mi­tas.

No fim das con­tas, o gru­po per­ma­ne­ceu no lo­cal. “O ci­da­dão da pre­fei­tu­ra me dis­se que o co­mer­ci­an­te pa­ga im­pos­to e tem o di­rei­to de ter a calçada li­vre. Ora, quan­do a pes­soa em si­tu­a­ção de rua com­pra uma mer­ca­do­ria ela tam­bém pa­ga im­pos­to, ela tem di­rei­to à ci­da­de co­mo qual­quer ou­tra”, ar­gu­men­ta Ger­son.

Se­gun­do a pre­fei­tu­ra, “téc­ni­cos da FAS re­la­tam que o de­fen­sor pú­bli­co gri­tou com os fun­ci­o­ná­ri­os da pre­fei­tu­ra e in­cen­ti­vou a po­pu­la­ção a se co­lo­car con­tra a equi­pe”, que os co­mer­ci­an­tes fi­ca­ram a fa­vor dos téc­ni­cos e que a de­fen­so­ria “proi­biu in­clu­si­ve a re­ti­ra­da do li­xo”, o que Ger­son ne­ga. “A re­ti­ra­da do li­xo é de­ver da pre­fei­tu­ra, não é dis­so que se tra­ta”.

| DEFESNORIA PÚ­BLI­CA DO PA­RA­NÁ

De­fen­so­ria e Pre­fei­tu­ra têm ver­sões di­fe­ren­tes so­bre abor­da­gem

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.