Com pes­ca proi­bi­da, famílias so­bre­vi­vem com R$ 1,3 mil

Metro Brazil (Curitiba) - - BRASIL -

Os bar­cos de Re­gên­cia, em Li­nha­res, não sa­em mais pa­ra o mar pa­ra ga­ran­tir o sus­ten­to de quem pas­sou dé­ca­das vi­ven­do da pes­ca. Des­de o de­sas­tre do Rio Do­ce, a ati­vi­da­de está proi­bi­da, o que im­pac­tou di­re­ta­men­te na vi­da dos mo­ra­do­res.

Um dos pes­ca­do­res mais ex­pe­ri­en­tes de Re­gên­cia, Jo­sé de Sa­bi­no, 53, ti­nha ren­da men­sal de R$ 6 mil, o que o per­mi­tia man­ter dois fi­lhos na uni­ver­si­da­de. Ago­ra, re­ce­ben­do ape­nas o au­xí­lio da Sa­mar­co, de R$ 1,3 mil, não pode mais pa­gar os cur­sos. “Ti­nha o mai­or or­gu­lho em ter meus fi­lhos na fa­cul­da­de. Ago­ra não con­si­go mais pa­gar e eles ti­ve­ram de in­ter­rom­per os es­tu­dos”, afir­ma.

Se­gun­do a As­so­ci­a­ção Co­mer­ci­al de Re­gên­cia, mais de 30% dos pes­ca­do­res, co­mer­ci­an­tes e do­nos de pou­sa­das que ti­ve­ram su­as ati­vi­da­des pre­ju­di­ca­das pe­lo de­sas­tre não es­tão re­ce­ben­do o be­ne­fí­cio por­que não con­se­gui­ram aten­der as exi­gên­ci­as do ca­das­tro.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.