Ex-go­ver­na­dor ‘es­tá se­re­no’, diz ad­vo­ga­da

Metro Brazil (Curitiba) - - FOCO -

A ad­vo­ga­da An­to­nia Lé­lia Neves San­chez, que de­fen­de Be­to Ri­cha (PSDB) dis­se on­tem no co­me­ço da tar­de não ter ti­do aces­so aos au­tos e que, por is­so, não sa­bia nem a ra­zão de ele ter si­do pre­so ou mes­mo o porquê da bus­ca e apre­en­são. “Con­ver­sei com ele, es­tá mui­to bem, aguar­dan­do se­re­no, sem­pre se dispôs a pres­tar quais­quer es­cla­re­ci­men­tos à Jus­ti­ça e tam­bém ao Ga­e­co e não há ra­zão pa­ra es­se pro­ce­di­men­to, es­pe­ci­al­men­te em pe­río­do pré-elei­to­ral”, afir­mou. “Já ex­pus a in­dig­na­ção de­le di­an­te des­se tra­ta­men­to, des­se des­res­pei­to en­quan­to go­ver­na­dor e en­quan­to ho­mem pú­bli­co que se sem­pre pau­tou as atu­a­ções de for­ma re­gu­lar.”

Ro­ber­to Br­ze­zins­ki Ne­to, ad­vo­ga­do de De­o­nil­son Rol­do, dis­se es­tra­nhar a pri­são de seu cli­en­te. “Lo­go de­pois que a im­pren­sa di­vul­gou um pre­ten­so áu­dio en­tre ele (Rol­do) e um em­pre­sá­rio, nós fi­ze­mos uma pe­ti­ção ao juí­zo nos co­lo­can­do à dis­po­si­ção pa­ra pres­tar es­cla­re­ci­men­tos ao juiz e ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co e ele ja­mais foi in­ti­ma­do pa­ra qual­quer ma­ni­fes­ta­ção”, dis­se.

O ad­vo­ga­do de Jor­ge Athe­ri­no, Car­los Far­ra­cha, dis­se con­si­de­rar es­tra­nho um fa­to de 2014 mo­ti­var a pri­são. “Nos­sa úni­ca pre­o­cu­pa­ção é que os fa­tos são de 2014 e meu cli­en­te sem­pre es­te­ve à dis­po­si­ção da Jus­ti­ça e do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co. Meu cli­en­te é réu pri­má- rio, tem bons an­te­ce­den­tes e re­si­dên­cia fi­xa. Es­ta­mos ana­li­san­do os re­ais mo­ti­vos des­sa pri­são. Res­pei­to o tra­ba­lho das ins­ti­tui­ções, mas es­ta­mos ana­li­san­do o que jus­ti­fi­cou uma me­di­da tão drás­ti­ca”, dis­se.

A Ouro Ver­de, em no­ta, dis­se que tan­to Cel­so Fra­re qu­an­to a em­pre­sa cum­pri­ram “to­das as suas obri­ga­ções le­gais no âm­bi­to de tal con­tra­ta­ção (de alu­guel de má­qui­nas), in­clu­si­ve ha­ven­do atu­al­men­te co­bran­ça ju­di­ci­al con­tra o Estado por va­lo­res não pa­gos, ape­sar dos ser­vi­ços pres­ta­dos. Ao lon­go de seus 45 anos de his­tó­ria, a Ouro Ver­de ja­mais se en­vol­veu e ne­ga qual­quer en­vol­vi­men­to com re­la­ção a qual­quer ato ilí­ci­to”.

A de­fe­sa de Pe­pe Ri­cha dis­se que iria de ma­ni­fes­tar ape­nas no au­tos. O Me­tro

Jornal en­trou em con­ta­to com os ad­vo­ga­dos de Ti­a­go Cor­reia Adri­a­no Ro­cha e de Eze­qui­as Mo­rei­ra, mas eles não re­tor­na­ram até o fe­cha­men­to des­ta edi­ção.

Nin­guém aten­deu aos te­le­fo­ne­mas na em­pre­sa Ter­ra Bra­sil Ter­ra­pla­na­gem na qual atu­am Emer­son Sa­va­nha­go e Ro­bin­son Sa­va­nha­go.

Na em­pre­sa Alum­par, de Luiz Abi An­toun, que foi al­vo de um man­da­to de bus­ca e apre­en­são em Lon­dri­na, nin­guém quis se ma­ni­fes­tar so­bre o ca­so.

A de­fe­sa de Túlio Ban­dei­ra não foi lo­ca­li­za­da.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.