Ago­ra fal­ta ál­co­ol nos pos­tos de com­bus­tí­veis...

Mo­to­ris­tas re­cla­mam da di­fi­cul­da­de em en­con­trar o pro­du­to na re­gião me­tro­po­li­ta­na

Metro Brazil (Espirito Santo) - - Primeira Página - PRISCILLA THOMP­SON METRO ES­PÍ­RI­TO SAN­TO

Mo­to­ris­tas têm en­con­tra­do di­fi­cul­da­de pa­ra abas­te­cer os veí­cu­los com eta­nol na Gran­de Vi­tó­ria. O pro­ble­ma, que já vi­nha sen­do sen­ti­do an­tes da gre­ve dos ca­mi­nho­nei­ros, se agra­vou nas úl­ti­mas se­ma­nas, afir­mam con­du­to­res. O mo­ti­vo, se­gun­do o Pro­con, se­ri­am re­fle­xos da pa­ra­li­sa­ção. O Sin­di­pos­tos (Sin­di­ca­to do Co­mér­cio Va­re­jis­ta de De­ri­va­dos de Pe­tró­leo do es­ta­do), po­rém, diz em no­ta que não há in­for­ma­ção so­bre a fal­ta de pro­du­to e que “apa­ren­te­men­te são pro­ble­mas pon­tu­ais, par­ti­cu­la­res de cada re­ven­de­dor”.

Quem de­pen­de do com­bus­tí­vel pa­ra tra­ba­lhar re­cla­ma. “Meu car­ro é mo­vi­do a gás, mas pre­ci­sa do ál­co­ol pa­ra dar a par­ti­da. On­tem, fui a pos­tos em São Tor­qua­to, Paul (Vi­la Ve­lha) e Jar­dim Amé­ri­ca (Ca­ri­a­ci­ca), mas não achei. Aca­bei abas­te­cen­do com uma ga­so­li­na mais ca­ra, que não faz a mes­ma fun­ção, mas é a úni­ca al­ter­na­ti­va”, re­cla­ma o ta­xis­ta Jo­nas Ba­tis­ta, 55 anos.

On­tem à tar­de, o Metro vi­si­tou pos­tos na ca­pi­tal e cons­ta­tou que pe­lo me­nos qua­tro não ven­di­am eta­nol. Em Vi­la Ve­lha, o cor­re­tor de se­gu­ros e pla­nos de saú­de Ale­xan­dre Ma­ce­do, 43, pre­ci­sou per­cor­rer vá­ri­os bair­ros até en­con­trar o pro­du­to, em Gai­vo­tas. “Mes­mo as­sim, es­ta­va aca­ban­do. Pre­fi­ro abas­te­cer com ál­co­ol, por­que meu car­ro ren­de me­lhor, mas es­tá di­fí­cil.”

A mé­dia do pre­ço do eta­nol em Vi­tó­ria, se­gun­do a ANP (Agên­cia Nacional do Pe­tró­leo), é de R$ 3,51 o li­tro. Se­gun­do es­pe­ci­a­lis­tas, o eta­nol é van­ta­jo­so quan­do cus­ta até 70% do va­lor da ga­so­li­na.

Fis­ca­li­za­ção do di­e­sel

O Pro­con Es­ta­du­al di­vul­gou on­tem o ba­lan­ço da fis­ca­li­za­ção re­a­li­za­da na úl­ti­ma semana nos pos­tos da Gran­de Vi­tó­ria pa­ra ve­ri­fi­car a re­du­ção do pre­ço do di­e­sel. Fo­ram so­li­ci­ta­das as no­tas fis­cais pa­ra com­pa­rar com os pre­ços pra­ti­ca­dos em 21 de maio, an­tes da gre­ve.

Só 17 dos 58 pos­tos vi­si­ta­dos ti­nham pla­ca in­for­man­do dos des­con­tos, e 15 apre­sen­ta­ram no­ta fis­cal. Trin­ta e se­te têm até ho­je pa­ra apre­sen­tar as no­tas. Ca­so se­ja com­pro­va­do que não há des­con­tos, os em­pre­sá­ri­os po­dem ser mul­ta­dos. As mul­tas po­dem ir de R$ 600 a R$ 9 mi­lhões.

O mai­or des­con­to en­con­tra­do foi em um pos­to em Ci­vit, na Ser­ra: R$ 0,58 no di­e­sel S10 - aci­ma da re­du­ção su­ge­ri­da com os des­con­tos do go­ver­nos federal e es­ta­du­al de R$ 0,51. O va­lor mais ba­ra­to foi en­con­tra­do em Jar­dim Li­mo­ei­ro, na Ser­ra. O ti­po S500 cus­ta­va R$ 3,00. A fis­ca­li­za­ção con­ti­nua nes­ta semana.

| CHI­CO GUEDES/METRO ES

Pos­to em Vi­la Ve­lha: pla­ca in­di­ca­va que não ha­via eta­nol

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.