Mo­ro se de­cla­ra im­pe­di­do em ação do PR

Metro Brazil (Espirito Santo) - - Brasil - RA­FA­EL NE­VES METRO BRASÍLIA

Pe­la pri­mei­ra vez em mais de qua­tro anos de La­va Ja­to, o juiz Sérgio Mo­ro se de­cla­rou in­com­pe­ten­te pa­ra jul­gar um dos 74 pro­ces­sos da ope­ra­ção: dois me­ses após ter acei­ta­do a de­nún­cia, o ma­gis­tra­do dei­xou a con­du­ção do ca­so que apu­ra cor­rup­ção na con­ces­são de rodovias no Pa­ra­ná.

O es­que­ma foi al­vo da 48ª fa­se da La­va Ja­to, de­fla­gra­da em fe­ve­rei­ro, e Mo­ro abriu o pro­ces­so no iní­cio de abril. En­tre os réus acu­sa­dos de re­ce­ber pro­pi­na es­tão agen­tes do DER (De­par­ta­men­to de Es­tra­das e Ro­da­gem) no Pa­ra­ná e até da Ca­sa Ci­vil do ex-go­ver­na­dor Be­to Ri­cha (PSDB). À épo­ca da 48ª fa­se, ain­da no car­go, o tu­ca­no afas­tou os en­vol­vi­dos das fun­ções e ne­gou pro­xi­mi­da­de com eles.

As de­fe­sas de seis réus des­ta ação en­tra­ram con­tra Mo­ro com as cha­ma­das ex­ce­ções de incompetência, ins­tru­men­to usa­do pa­ra ten­tar ti­rar os au­tos do ma­gis­tra­do.

O ca­so foi ao TRF4 (Tri­bu­nal Re­gi­o­nal Fe­de­ral da 4ª Re­gião), em Porto Alegre, ins­tân­cia su­pe­ri­or à de Mo­ro. Por 2 vo­tos a 1, a 8ª Tur­ma do tri­bu­nal ne­gou o pe­di­do das de­fe­sas, dei­xan­do pa­ra o juiz a de­ci­são de se de­cla­rar in­com­pe­ten­te ou não.

Mo­ro vi­nha jus­ti­fi­can­do sua competência ale­gan­do que os su­pos­tos ope­ra­do­res do es­que­ma – Adir As­sad e Ro­dri­go Ta­cla Du­ran – tam­bém es­tão na La­va Ja­to, o que vin­cu­la as ope­ra­ções.

Na úl­ti­ma se­gun­da-fei­ra, po­rém, o juiz se­guiu o en­ten­di­men­to do de­sem­bar­ga­dor João Ge­bran Ne­to, que foi vo­to ven­ci­do no TRF4: de que o ca­so é da Jus­ti­ça Fe­de­ral em Curitiba, mas não tem li­ga­ção di­re­ta com a Pe­tro­bras e, por­tan­to, com a La­va Ja­to.

Além dis­so, o ma­gis­tra­do se dis­se so­bre­car­re­ga­do. “O nú­me­ro de ca­sos é ele­va­do, bem co­mo a com­ple­xi­da­de de ca­da um, ge­ran­do na­tu­ral di­fi­cul­da­des pa­ra pro­ces­sa­men­to em tem­po ra­zoá­vel”.

Es­te ca­so se­rá dis­tri­buí­do a ou­tra Va­ra Fe­de­ral de Curitiba. Mo­ro já ha­via si­do re­ti­ra­do de pro­ces­sos se­me­lhan­tes, mas sem­pre por or­dem de tri­bu­nais su­pe­ri­o­res.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.