Sai­ba co­mo acer­tar dí­vi­da com a Re­cei­ta

No­vo pro­gra­ma do go­ver­no per­mi­te a re­gu­la­ri­za­ção de dé­bi­tos tri­bu­tá­ri­os de pes­so­as fí­si­cas e ju­rí­di­cas

Metro Brazil (Porto Alegre) - - Front Page -

O go­ver­no pu­bli­cou on­tem me­di­da pro­vi­só­ria que ins­ti­tui o pro­gra­ma de re­gu­la­ri­za­ção tri­bu­tá­ria, co­mo par­te de uma sé­rie de ações anun­ci­a­das em de­zem­bro pa­ra ten­tar es­ti­mu­lar a eco­no­mia. A ex­pec­ta­ti­va é ar­re­ca­dar R$ 10 bi­lhões nes­te ano.

Por meio do pro­gra­ma, em­pre­sas e pes­so­as fí­si­cas po­de­rão aba­ter das dí­vi­das com a Re­cei­ta Fe­de­ral ou com a Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Fa­zen­da Na­ci­o­nal cré­di­tos tri­bu­tá­ri­os e pre­juí­zos fis­cais de anos an­te­ri­o­res.

O pro­gra­ma abran­ge dí­vi­das ven­ci­das até 30 de no­vem­bro de 2016, in­clu­si­ve pa­ra aque­las que já fo­ram par­ce­la­das an­te­ri­or­men­te ou são dis­cu­ti­das ju­di­ci­al ou ad­mi­nis­tra­ti­va­men­te.

Po­de­rão ser uti­li­za­dos cré­di­tos de pre­juí­zos fis­cais apu­ra­dos até 31 de de­zem­bro de 2015 e de­cla­ra­dos até 30 de ju­nho de 2016.

Pa­ra as em­pre­sas que não de­cla­ram pe­lo lu­cro re­al e pes­so­as fí­si­cas, as op­ções se­rão o pa­ga­men­to de 20% do dé­bi­to à vis­ta e o par­ce­la­men­to do res­tan­te em até 96 me­ses. Ou­tra pos­si­bi­li­da­de é dar uma en­tra­da de 21,6% par­ce­la­da em 36 ve­zes com va­lo­res cres­cen­tes e o res­tan­te em 84 me­ses.

As re­gras pa­ra os dé­bi­tos, no âm­bi­to da Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Fa­zen­da Na­ci­o­nal, são as mes­mas das dí­vi­das com a Re­cei­ta Fe­de­ral. Nes­se ca­so, en­tre­tan­to, se­rá exi­gi­da car­ta de fi­an­ça ou se­gu­ro ga­ran­tia ju­di­ci­al pa­ra dé­bi­tos a par­tir de R$ 15 mi­lhões.

O va­lor mí­ni­mo de ca­da pres­ta­ção men­sal se­rá de R$ 200 pa­ra pes­so­as fí­si­cas e de R$ 1 mil pa­ra em­pre­sas. Pa­ra ade­rir ao pro­gra­ma, a em­pre­sa ou pes­soa fí­si­ca te­rá que de­sis­tir de ações na Jus­ti­ça ou de re­cur­sos ad­mi­nis­tra­ti­vos.

A Re­cei­ta Fe­de­ral e a Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Fa­zen­da Na­ci­o­nal vão re­gu­la­men­tar o pro­gra­ma em até 30 di­as. Após a re­gu­la­men­ta­ção, a ade­são po­de­rá ser fei­ta por meio de re­que­ri­men­to no pra­zo de até 120 di­as.

| VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRA­SIL

Me­di­da foi anun­ci­a­da por Hen­ri­que Mei­rel­les

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.